O vislumbre mais quente de Crepúsculo

Traduzido/Publicado por Bruna Abreu em 05 Nov 2009


Desde titanic que lançou a Leo-mania não existia um ator que despertasse a adulação, até Robert Pattinson em 2008 com Crepúsculo. Com o próximo filme da saga prestes a sair, o autor explora o embaraço, o frenesi e o puro isolamento de Pattinson neste tempo, sua conexão com a estrela Kristen Stewart, e sua vida quando os $10 acabaram.

Houve um tempo, em que as meninas estavam em falta na Comic Con, uma conferência em San Diego com ficção científica e fantasia. Agora eles estão no hall H (com capaciade para 6.500 pessoas esperando pacientemente por todas as coisas com vários nerds na platéia trabalhando em algo estranho. 

Afinal, estão todos alinhados desde a 5 da manhã para ter um vislumbre de Robert Pattinson, ou como ele é conhecido "The Pattz" ou "Edward Cullen", o vampiro realmente quente que ele interpreta em Crepúsculo, e agora toda a super produção que escolheram, com shorts e camisetas de Crepúsculo, terá que ser refeita.

Por último, a voz do moderador sai dramaticamente ao longo do corredor escuro, "E agora ..." Os gritos começam ensurdecedores, divertindo-se durante cerca de três segundos, até que se torna insuportável. O moderador continua com uma piada: "O que vocês fariam se eu dissesse, 'É isso, obrigado por vir'? Alguns rapazes soltam um rugido de aprovação 'yeah!'"

O moderador cede, porém,  introduz os membros do elenco de Lua Nova, o segundo filme da saga Crepúsculo, a medida que círculos aumenta é cada vez mais alto os aplausos: Ashley Greene, irmã vampira (Edward, Alice), Kristen Stewart (Bella, a namorada de Edward), e Taylor Lautner (Jacob, amigo de Bella, que as vezes é um lobisomem). "Acho que temos mais um nos bastidores ...", diz ele.

Pattinson de jeans e com uma camiseta de flanela, entra no palco sorrindo amigavelmente e acenando. As meninas não estão mais só nos gritos. Elas estão abafando, delirante e agarrando umas as outras, para não desmaiar. "Ai meu deus, ai meus deus. AI MEU DEUS!"

Sentado no painel, o amarrotado, ídolo barbudo começa a olhar com um pouco de mal-estar. Ele parece estar em um fidget-off com Kristen Stewart, com quem a gente acredita que ele está tendo um romance fora da tela. Ela está abraçando o joelho, puxando fios do seu novo cabelo preto estilo rock n' roll. Ele está esfregando seu pescoço, movendo seus cabelos maleáveis da esquerda para a direita, e puxando as sobrancelhas. Mas o seu tic todo estranho, todo o seu auto-apagamento, britânico, desastrado em responder às questões, é apenas um novo motivo para ser encantador.

Pergunta: "Amo a sua música, você pensa em fazer apresentações na noite?
Pattinson: "Hum, sim, eu digo, eu faria. Eu só sou, um pouco, covarde, eu acho."

 

Tradução: Desirée


Powered by CuteNews