Robert Pattinson e Kristen Stewart podem atordoar os críticos em Amanhecer

Traduzido/Publicado por Bruna Abreu em 14 Apr 2010


No último filme da série Crepúsculo, Robert Pattinson e Kristen Stewart podem confundir os críticos com suas performances, já que a Summit Entertainment está tentando escalar um diretor vencedor do Oscar para a dirigir o final da série.

A produção da casa está em contato com Bill Condon que ganhou o prêmio de Melhor Roteiro Original pelo filme "Gods and Monsters". Ele também escreveu e dirigiu o filme indicado ao Oscar em 2006, "Dreamgirls", que deu a cantora Jennifer Hudson o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.

Um talentoso diretor como Condon pode realmente aprimorar as habilidades de atuação dos protagonistas que levaram a franquia Crepúsculo ao topo com seu puro charme e graça.

Até agora, a química envolvente entre o casal tem sido o principal puxador de multidões, mas isso pode mudar se a franquia Crepúsculo conseguir um renomado diretor a bordo. O primeiro filme Crepúsculo foi dirigido pela diretora pouco conhecida, Catherine Hardwicke.

A sequência Lua Nova foi dirigida por Chris Weitz que dirigiu filmes como "About a Boy" e "The Golden Compass". Lua Nova estreou com 26,3 milhões de dólares nos EUA, quebrando o record anteriormente atingido por Harry Potter e o Enigma do Príncipe, que conseguiu 22,2 milhões na Inglaterra.

Mas Chris Weitz não retornou para o terceiro filme, Eclipse, o trabalho foi para David Slade que geralmente dirige clipes musicais.

 

Tradução: Josi Teixeira


Powered by CuteNews