Robert é entrevistado pela Seventeen Magazine do México

Traduzido/Publicado por Ana Paula em 17 Apr 2009


Entrevista traduzida que saiu na Revista Seventeen do México com Robert Pattinson.

Quando você ficou intrigado por vampiros?

Na verdade não fiquei. Eu acho estranho a obsessão que algumas pessoas têm por eles. Eu só li Drácula quando eu estava filmando o filme.

Como você se sente tendo tantas garotas te seguindo por aí?

É assustador porque é algo que nunca aconteceu comigo antes. Os fãs de Crepúsculo são totalmente fiéis ao livro e à Stephenie Meyer. Eu tive 100% de reação negativa dos fãs quando eu consegui o papel de Edward.

Por quê?

Por tudo. Edward é uma criatura perfeita, o cara ideal. E as fãs queriam um cara tipo o Leonardo DiCaprio, mas Edward deveria ter 17 anos. Quando eu conheci Stephenie Meyer, ela me aprovou para o personagem e literalmente no outro dia todos os fãs mudaram de idéia e me aceitaram.

Deve ser difícil tentar ser perfeito.

É. Primeiro eu li o livro e pensei que não havia nenhum jeito de interpretar e criar todas aquelas descrições de Edward. Ninguém no mundo poderia trazer à vida alguém tão espetacular. Aí eu li o roteiro e fiz a audição com a Kristen, e ela agiu de uma forma muito inesperada. Ela deu força à Bella, então isso fez o personagem de Edward um pouco mais fraco, e eu levei à diante. Ele, sendo algum tipo de demônio, é completamente compatível com ela. Ela domina ele.

Como você se sente estando em dois filmes de blockbuster como Harry Potter e agora Crepúsculo?

Para ser honesto, eu nunca pensei nisso quando eu consegui o papel. Harry Potter foi a minha primeira chance de conseguir um público e agora este filme também se tornou um sucesso. Foi muito inesperado.

Você se cobra muito, desde que você está interpretando um personagem tão perfeito?

Na verdade não. Eu não tentei ser perfeito, eu baseei ele em celebridades como James Dean, pessoas charmosas. Neste filme ele é muito cavalheiro, mas eu tentei fazer ele ser mais sexy . Eu usei o fato de que eu era um vampiro, eu queria que as pessoas pensassem que eu era misterioso e perigoso ao mesmo tempo.

Você acha que virou um alvo dos paparazzi?

Sim, literalmente. É tão estranho.

Então eles reconhecem mais você?

Sim, eu não sei se é porque eu tenho esse cabelo irritante. Na verdade eu preciso cortar o meu cabelo, todo mundo sabe quem eu sou baseado no meu cabelo, mas eles nem sabem o meu nome.

Você mantém o seu cabelo maior por algum motivo?

Nós filmaremos Lua Nova em breve. Eu adoraria raspar a cabeça, mas não tenho certeza. E, se eu fizer alguma outra audição, as pessoas vão querer que eu tenha o cabelo maior.

Como você começou a atuar?

Eu nunca fui para uma escola de teatro. Um dia meu pai estava em um restaurante e ele viu um monte de meninas bonitas, então ele perguntou para elas aonde estavam indo e elas disseram ao clube de teatro, então meu pai me disse que eu precisava ir lá. Foi tão constrangedor.

Como você chegou em Hollywood?

Eu procurei por um agente depois de Harry Potter. No último ano eu estava em um filme no qual eu interpretei Salvador Dalí e eu levei muito a sério. Quando eu voltei para Londres eu queria fazer alguma coisa, eu fiz audição e três dias depois eu estava empregado para Crepúsculo.

Quais eram seus sonhos antes de se tornar ator?

Eu queria ser pianista e tocar em pubs de Londres.

Há uma música sua na trilha sonora, você está planejando lançar um álbum?

Eu não estou lançando um álbum, isso seria muito!

Há algum ator em quem você se espelha?

Eu sempre fui obcecado por Jack Nicholson. Mas eu prefiro filmes dos anos 70 e eu gosto do estilo do James Dean, ele é demais.


Powered by CuteNews