Entrevista para Revista Premiere

Traduzido/Publicado por Milla em 31 Aug 2009


Premiere: Rob antes da gente começar, eu gostaria de saber o nome do seu cabeleireiro e a marca do seu gel...

Robert: Você quer saber a verdade? As únicas vezes que eu tive meu cabelo cortado foram no set.

Premiere: Oh! Eu estava esquecendo: Todas as garotas querem dizer oi para você.

Robert: (Risadas) Oi!

Premiere: A última vez que nos vimos foi na última promoção de Crepúsculo em novembro, você ainda não sabia o que iria acontecer.

Robert: Eu acho que ninguém pode entender o que está acontecendo. Uma coisa como essa é rara. Uma mistura de coincidências e oportunidade. Você acorda um dia e de repente é uma estrela. Muito estranho. De repente todo mundo te conhece e você continua o mesmo. Eu realmente entendi o que estava acontecendo em Cannes. Eu estava em um restaurante durante um intervalo e voltei 2 horas depois, 500 pessoas estavam esperando por mim na saída. Estava totalmente um caos. Eles tiverem que me carregar literalmente até o carro. É ridículo quando você pensa sobre isso. (Risadas)

Premiere: Você deveria ter perguntado a elas o que estavam fazendo lá...

Robert: Claro. Tenho certeza que se eu tivesse falado para alguma daquelas garotas: "Vamos lá, vamos tomar um café da manhã", ela ficaria totalmente sem graça e nunca mais gritaria meu nome de novo no meio de uma multidão.  

Premiere: Bem, ai está, você tem que convidar cada uma das suas fãs para ter uma vida normal de novo.

Robert: Uma por uma. Ótima idéia!

Premiere: Deve ser difícil ficar de boa quando você é jogado tão rapidamente em direção ao palco.

Robert: Eu não sei... Sim, é claro. Ao mesmo tempo eu não sinto que eu tenha mudado. O mais embaraçoso é quando amigos pedem para você encontrar com eles e você tem que dizer “Sinto muito, eu não posso ir àquele lugar” porque você está totalmente ciente de que os fotógrafos estarão te esperando lá. Eu me sinto como um traidor quando coisas assim acontecem, como se o mundo girasse ao meu redor. Eu tenho que olhar por sobre o meu ombro o tempo todo, ser super vigilante porque a qualquer momento, alguém pode estar me filmando ou gravando o que eu digo. Me faz sentir como se eu estivesse trabalhando sem pausas, pelo menos nos sets, o nível de segurança me dá um pouco de privacidade. É um alívio.

Premiere: Os sets dos filmes são os únicos lugares onde você pode ter uma vida privada? 

Robert: É louco, não? Eu não encontrei um lugar no mundo ainda onde eu possa desaparecer. Até mesmo nos lugares mais remotos que eu possa imaginar, alguém irá me pedir uma foto ou um autógrafo. Honestamente, eu não pensava que seria reconhecido assim tão fácil (Risos)

Premiere: Ao mesmo tempo você deve ter que observar como você age, o que não deve ser fácil, especialmente quando se tem 23 anos. Eu me lembro de quando tinha 23... Era melhor já que uma câmeranão estava apontando em mim 24 horas por dia, sete dias por semana.

Robert: Exatamente. O que mais me preocupa é que eu não sei quando a minha paciência vai estourar, quando eu irei finalmente fazer alguma coisa muito estúpida. Espere e veremos.

Premiere: Você alguma vez disse a si mesmo: “Eu nunca assinei por nada disso”?

Robert: O tempo todo. Há alguns meses atrás eu cheguei perto de perder a minha cabeça, eu estava ficando realmente paranoico. E então eu comecei um novo trabalho, as coisas se acertaram por elas mesmas. Eu não posso dar as costas para a situação e ignorá-la. Se amanhã eu disser: “Ok, eu já tive o bastante, nós estamos parando tudo” não irá mudar nada. Eu devo tentar aceitar isso e ficar zen já que eu não tenho controle disso. Eu sou uma pessoa que procura bastante parecer apropriada, portanto não é sempre fácil. Mas lamentar-se não mudará nada

Premiere: O que é ironico é que daqui 2 anos, você vai estar terminando de filmar Crepúsculo, você terá que lutar para que as pessoas esqueçam a imagem do personagem que fez você ficar famoso e que vai ficar grudada em você.

Robert: Isso me assusta um pouco. Quando vou nos encontros de outros projetos, as pessoas que eu conheço só parecem estar interessadas na diferença entre eu e Edward Cullen. É como: "Existe muito interesse em você, você pode trazer o público de Crepúsculo, você tem isso". Ele deixariam eu atuar como uma mulher eu acho.

Premiere: Existem fãs de Crepúsculo do sexo masculino?

Robert: Poucos... Mais e mais caras me pedem autógrafos na verdade. A não ser que eles estejam fazendo isso só para vender no EBay (Risadas).

Premiere: Três dias depois do fim das filmagens do Lua Nova você começou a filmar Remember Me, uma comédia romântica de Allen Coulter, seguindo alguns dias depois para Eclipse, o terceiro fime da saga de Crepúsculo. Se nós adicionarmos o "faroeste", de Madeleine Stowe, no qual você vai atuar depois, você só terá 5 dias de folga em 1 ano.

Robert: E se tudo estiver programado, em janeiro vou começar a filmar Bel Ami in Paris, durante 3 meses, depois começar a filmar o quarto e último filme da saga, Amanhecer.

Premiere: Sendo assim você está reservado por 2 anos.

Robert: Bem perto. Com uma semana no final do verão para ver meus amigos, que no final eu esqueci que existiam (Risadas) é loucura.

Premiere: Eu sinto que é sua forma de escapar da loucura que está a sua volta agora.

Robert: E você não está errada.


Tradução: Desirée e Iana Louise

Powered by CuteNews