Entrevista exclusiva do Robert Pattinson para a Total Film

Traduzido/Publicado por Milla em 20 Oct 2009


Apesar de seu papel em Lua Nova ser menor do que o que os fãs esperavam, não há dúvida de que Pattinson está no banco de motorista do fenômeno Crepúsculo e de pé à beira do estrelato mundial. Um ano depois do nosso último encontro, nós nos sentamos com o ator na véspera do lançamento da sequência de Crepúsculo, Lua Nova, para conversar sobre fama, mães e todas as coisas de Crepúsculo.

Como foi reunir com Kristen Stewart para Lua Nova?
Há uma química natural com a Kristen. Mesmo fazendo essa sequência, é tão fácil... Eu estava muito preocupado que eu pudesse não saber como fazer novamente, mas é tão fácil atuar com ela. Ela sempre diz que ela meio que me conseguiu o papel – embora eu não acredite de verdade nela!

Por que tipo de arco Edward irá passar dessa vez?
Ele está sempre falando na primeira pessoa. “Eu preciso tomar a decisão certa. Eu preciso fazer coisas para você, para você, para você.” E ele faz um movimento decisivo, que é deixá-la, e ele acredita completamente que é para o próprio bem dela. Mas em seu coração, ele obviamente percebe que é completamente errado. E leva o filme inteiro para ele perceber a profundidade do erro dele. Então esse é o arco dele. O mundo o força a perceber que ele precisa estar com a Bella, e não há outra maneira de contornar isso.

Então Lua Nova tem uma abordagem similar séria sobre o amor adolescente como em Crepúsculo?
Eu acho que nenhum de nós realmente sabia com o que estávamos trabalhando até quando Crepúsculo aconteceu. E por causa das viagens que fizemos dizendo que não seria um típico filme adolescente ou uma história de amor tola, nos permitiu ter no segundo filme certo grau de seriedade. Mais ainda.

Chris Weitz é o seu novo diretor em Lua Nova. Como isso foi?
Eu realmente amo o Chris. Ele não só é um ótimo diretor, ele é um ótimo cara. Deus, eu pareço um grande puxador de saco! Mas ele realmente é. Ele realmente não tentou e mudou tudo. Ele viu o que eu e Kristen estávamos fazendo e trabalhou com isso.

Você se sente preso em uma 'caixa Crepúsculo'?
Na verdade, não. Eu acho que eu não tenho nenhuma escolha no momento – porque eu estou contratado para fazê-los. Mas eles irão ser feitos bem rapidamente. Eu terei feito três dos quatro em outubro desse ano, e então eu terei apenas mais um para fazer.

A comparação óbvia é Harry Potter... Você acha que esse é mais fácil de fazer?
Eu acho que é. O Harry Potter no qual eu trabalhei levou onze meses de filmagem. Eu não poderia estar fazendo isso. Eu não sei como esses caras se mantêm sãos – eles têm feito isso por dez anos. Eu enlouqueceria completamente.

Você já conversou com Daniel Radcliffe sobre a fama súbita?
Eu não tenho falado com ele há um tempo. Eu suponho que você tenta e fica zen sobre isso. Você tem apenas que aprender a aceitar. Eu acho que a coisa toda é que você não quer acordar em um dia e perceber que você se transformou em alguém que você não era antes e não foi sua escolha. Essa é a única coisa que me assusta. Sempre depende de você. Na maioria das vezes, você pode controlar isso até certo grau.

Quais são as coisas positivas?
Alguns dos meus amigos com os quais eu cresci são músicos e estão envolvidos com a trilha sonora de  Crepúsculo. É incrível o que aconteceu com eles. Eles estão fazendo turnês pela América e vendendo os ingressos de todos os shows. É insano o que você consegue fazer com essa conexão. Os fãs de Crepúsculo são tipo... Eu nem acho que “devotados” seja a palavra certa. Eles são fanáticos.

Deve ser difícil lidar com…
É meio difícil. Mas você apenas aprende a lidar com isso. Não há nenhum ponto em ser negativo. Se você continuar assim, “Eu odeio isso, eu odeio isso”, você não consegue parar. Eu estava sempre tentando me esconder no começo do ano, mas em todo o caso, eu não tenho nenhum motivo para me esconder!

Você é agora parado em todos os lugares?
Sim. Em lugarzinhos estranhos. Eu fui para Yorkshire e eu estava andando por uma rua em Guisborough e havia uma pessoa na rua. Eu olhei para cima por um segundo e elas disseram, “Hey, eu posso tirar uma foto de você?” Como você consegue ser imediatamente reconhecido em Guisborough? Aquilo foi muito estranho.

E quanto a todas essas coisas na internet, todas as fofocas sobre você...
Eu realmente não ligo. Todo mundo na minha vida sabe o que é real e o que não é. Com exceção da minha mãe, que parece acreditar em cada coisa negativa que é escrita sobre mim! Ela fica tipo, “Eu não acredito que você fez isso!” Eu fico tipo, “Eu não fiz!” E ela fala, “Sim você fez, eu sei que você fez!

O que fez a sua mãe te repreender?
Foi algo sobre xingar! Eu disse, “Eu nem estava na cidade” e ela, “Eu aposto que você disse aquilo!” Ela irá literalmente acreditar em uma revista de fofocas sobre o seu próprio filho.

Tradução: Iana Louise 

Powered by CuteNews