Entrevista exclusiva do E.U.A. Weekend com o Rob

Traduzido/Publicado por Bruna em 23 Oct 2009


Uma prévia da edição deste domingo  

Mordendo mais do que ele pode mastigar? Bela Lugosi nunca teve de lidar com as hordas de adolescentes histéricas, como Robert Pattinson faz. Mas isso é apenas o recurso de Edward Cullen, o vampiro que Pattinson interpreta na tela e o interesse amoroso de Stephenie Meyer na série de livros Crepúsculo. No outono passado o filme Crepúsculo começou o caso de amor entre Edward e a menina tímida e humana Bella (Kristen Stewart), a sequência, Lua Nova, em 20 de Novembro, encontra Edward banindo-se da vida de Bella. 

 Para obter uma imagem moderna de um vampiro, Pattinson inicialmente assistiu filmes como "Entrevista Com o Vampiro" e "Blade". Mas ele realmente descobriu quem Edward era pesquisando papéis que não envolviam os mortos-vivos. "Rebel Without a Cause" foi uma grande influência para o primeiro ["Crepúsculo", filme] - que influenciou o penteado e outras coisas," Pattinson diz, rindo. "De muitas maneiras, ele tem um arco de caráter muito similar: Um diário de garota leva essa pessoa relativamente estranha para a sua queda." Um tipo James Dean - que é, Pattinson - sempre atrai adolescentes em bandos.

"É como os pássaros, com os adolescentes", diz o Lua Nova, o diretor Chris Weitz. "Você gira ao redor, e há uma fila de garotas lá". Pattinson, 23, um nativo de Londres, leva todos os desmaios durante seu magro, 1.85 de altura e descontrolado estilo de cabelo em frente. "Eu não estou inteiramente certo o que é isso", diz ele. "Eu provavelmente vou perceber depois, como eu poderia ter controlado isso um pouco mais. Mas eu ainda sou como um cervo nos faróis."

  O fato é que muitos ainda não separam Pattinson o ator, de Edward, o vampiro. "Logo no começo, todo mundo apenas me chamava de Edward", diz ele. "Eu realmente não me importava de qualquer maneira. Há algo sobre o personagem que por algum motivo, tem suscitado um interesse enorme em graus de pessoas tão diferentes." 

 "Se você quiser competir com seu próprio personagem, você realmente tem que lutar. Eu não sei se eu poderia estar incomodado para lutar", diz ele, rindo novamente. "Eu vou deixar isso passar." Para ler mais sobre vampiros, verifique E.U.A. Weekend.com

Tradução: Jene Batalha

Powered by CuteNews