“Eu não iria querer viver para sempre” – Robert Pattinson

Traduzido/Publicado por Pri Ruppe em 29 Oct 2009


“Yeah, eu fiz alguns outros filmes – trabalhando direto até o fim, sem um dia de folga, por um ano – então foi ótimo voltar para esse [Lua Nova]. Na verdade é meio que divertido,” ele sorri. “Isso foi uma surpresa, porque o primeiro filme foi realmente difícil. Eu na verdade achei difícil tentar retratar a profundidade dele encontrando o amor e tendo aqueles tipos de sentimentos intensos, ele vai de sentir absolutamente nada – de estar fossilizado – para de repente sentir tudo, porque ele conhece essa garota, Bella. Foi muito difícil mostrar isso.

Eu estava sempre me estressando [a respeito]. “Mas com esse [Lua Nova] eu me senti bastante relaxado e achei fácil voltar a isso,” Pattinson sorri. “Eu acho que é porque eu sempre me conectei mais com o segundo livro, do que com o primeiro. Eu apenas entendi muito mais a história e as motivações dele, porque há todas essas emoções nele que eu posso relacionar com a minha própria vida, como quando ele se sente tomando a decisão errada quanto a deixar Bella para trás, mas ele faz isso do mesmo jeito. “Eu acho que você faz muito isso, como um homem, em um relacionamento.

É como se você estivesse compelido a estragar tudo,” ele sugere, caçoando involuntariamente da explicação de Edward ter literalmente abandonado Bella para os lobisomens quando ela se volta para o personagem de Taylor Lautner, Jacob Black, para consolo. “Eu posso entender que ele esteja fazendo isso, porque eu estou sempre estragando tudo. É a vida real - é o que acontece!”

A vida real de Pattinson, nesses dias, é quase tão estranha e assustadora como o seu papel central em Lua Nova, mas ele tem uma interessante conduta sobre ela – e também uma meteórica ascensão ao estrelato. “Eu acho que é carma. Eu realmente acho, porque o carma me mordeu na bunda tantas vezes, como com isso,” ele sugere, seriamente. “Eles estiveram fazendo castings para isso por cerca de um ano e eles me pediram para fazer uma tape para isso, em Londres, pelo menos seis meses antes, mas eu não me incomodei porque eu pensei; ‘Bom, eu não vou conseguir de qualquer maneira. ’ Eu estava na verdade meio que saciado com a coisa toda, mas depois eu fui para LA, andei pela sala e fiz a audição, alguma coisa estalou e eu consegui o papel uma semana depois!

Eu atualmente acho que eu fui a última pessoa que eles viram. “Foi mesmo que a mesma coisa com Harry Potter, eu nunca havia feito um teste para ele, porque eu não gosto do jeito que eles escalam para esses grandes filmes,” ele explica. “Eles fazem audições grupais, onde você tem que fingir escalar uma árvore ou alguma coisa assim. Não tem jeito de eu fazer isso, eu ficaria muito envergonhado. Felizmente a diretora de casting de Feira das Vaidades – um filme que eu fiz anteriormente – estava também escalando O Cálice de Fogo e me convidou para conhecer [o diretor] Mike Newell antes de eles escalarem qualquer um. Foi provavelmente porque ela se sentiu culpada depois que o meu papel foi cortado de A Feira das Vaidades!”

Qualquer que seja o motivo seja chance, charme, malícia ou culpa, Pattinson astutamente explorou sua posição para transformar-se de um desconhecido britânico para um hit hollywoodiano, pegando o papel do vampiro Edward Cullen e também lançando um efeito sobrenatural sobre os críticos e fãs. Mas, apesar de seu gosto pela saga Twilight e seu personagem, Pattinson insiste que ele ficaria feliz de finalmente bani-los para o túmulo depois do episódio concluído. Da mesma forma, ele é menos do que encantado com a idéia de adquirir todas as características de vampiro para si próprio.

“Quando você pensa a respeito, ser um vampiro significa que você tem que matar pessoas e alimentar-se de seu sangue, mas tudo o que você ganha em troca é poder correr muito rápido, ou jogar coisas ao redor,” ele supõe. “É o mesmo de que viver para sempre. Eu não iria querer, sob qualquer circunstância. Eu não acho que alguém iria querer, iria? É como a minha tia.“Ela tem 97 anos e é uma mulher muito, muito engraçada, mas todas as vezes que eu falo com ela, ela diz coisas como? “Da próxima vez que você vier me ver, você pode, por favor, trazer algum veneno?’ Eu fico tipo; ‘Sim, ok’ porque eu sei o que ela quer dizer. Viver para sempre. Eu não poderia pensar em nada pior...”

Quem: Robert Pattinson também conhecido como o vampiro Edward Cullen
O que: A Saga Crepúsculo: Lua Nova
Quando: Estreia nos cinemas no dia 19 de novembro

Tradução: Iana Louise

Powered by CuteNews