Robert Pattinson em entrevista a Ok mexicana

Traduzido/Publicado por Milla em 01 Nov 2009



“Levei um pé na bunda muitas vezes”

Isso é frustrante?
Rob: É estranho. É como sair do meu hotel depois de meses, apenas pra jantar ou pra fazer algo não tão interessante. E ainda assim falam sobre isso. Eu tenho dois amigos da escola que vivem em Vanconuver, e quando eu fui até a casa deles, algo realmente sem importância, rapidamente tinham pessoas por todos os lados. É como se por mais chato que você seja, mais você atrai a atenção das pessoas. É engraçado.

Você acha que será difícil pra você se apaixonar, agora que é tão famoso?
Rob: Não, eu não acho que isso seja um obstáculo. É fácil lidar com esses tipos de coisas (a fama), exceto quando afeta sua carreira. Existem pessoas que não tem sorte, e a mídia se assegura de que vai fazê-los parecerem idiotas. Se isso acontece, você nunca terá trabalho, porque todo mundo olha pra você como se fosse um idiota! Você pode ficar com raiva, mas não tem nada que possa fazer.

Você pode dizer se as garotas estão realmente interessadas em você ou na sua fama?
Rob: Se elas forem atraentes, eu não ligo se elas estão interessadas apenas em Robert, o ator! (risos) Ainda que eu prefira que elas gostem de mim por quem eu sou.

Você se vê como um ídolo?
Rob: Não, de jeito nenhum. Eu sei que as pessoas devem dizer isso, mas eu nunca pensei em mim mesmo dessa forma. O fato de que eu nunca fui escolhido para papéis anteriores como “o cara bonitão”, diz alguma coisa, não?

Como você se sente sendo a fantasia de milhões de garotas?
Rob: É engraçado, porque de que se as pessoas aí fora (os fãs), viessem e sentassem comigo por cinco minutos, a ilusão passaria.

Então você acha que seus fãs ficariam desapontados se te conhecessem?
Rob: Claro! Provavelmente ficariam. Não tem jeito de você ser o que as pessoas querem que você seja, porque todo mundo tem seu próprio ponto de vista sobre mim. Ainda que as pessoas não saibam o que querem, eles ainda esperam algum tipo de ilusão. O verdadeiro eu não é uma fantasia... eu acho.

Você disse que antes de gravar Crepúsculo, você levou duas semanas pra entrar no personagem. Como foi dessa vez?
Rob: Eu fui pro Canadá um mês antes das gravações começarem, e eu fiquei surpreso por eu estar tão relaxado, e como foi fácil retomar personagem novamente. Talvez porque eu me identifiquei mais com o segundo livro do que com o primeiro. Eu entendi melhor a história e as motivações, porque eu consigo me identificar com todas essas emoções, na minha vida pessoal. Tipo quando Edward pensa que está tomando a decisão errada por deixar Bella, mas mesmo assim ele deixa. Eu acho que todo cara faria a mesma coisa nos seus relacionamentos. É como se você se sentisse obrigado a estragar tudo, e eu consigo entender isso, porque eu sempre estrago tudo. É como acontece!

Tradução: Lulu

Powered by CuteNews