Robert Pattinson, O homem mais sexy? "Eu nem sequer sou um homem ainda!"

Traduzido/Publicado por Karen em 01 Dec 2009


Los Angeles está cheia de capas de Robert Pattinson, londrino de 23 anos que se tornou um novo símbolo sexual praticamente de um dia para o outro.

Depois da exibição fechada de Lua Nova, a sequência do fenômeno Crepúsculo, nós nos encontramos com Robert e a co-estrela dele Kristen Stewart no Hotel Four Seasons em Beverly Hills. A cada passo nós fomos seguidos pelo relações públicas pessoal deles e por pessoas da agência que organizou as entrevistas. E nós fomos avisados: “Sem perguntas pessoais. Nós estamos aqui para promover o filme.” Tudo bem. De qualquer modo, nós perguntamos ao Rob sobre a revista OK, cuja atual capa era sobre o termino deles, ele sorriu e disse: “Fofocas não afetam a minha carreira...” Nós podemos dizer a vocês, queridas fãs femininas, que o Robert não é tão pálido quanto Edward e os lábios dele não são tão vermelhos também.

Vihend: Quantas garotas pediram para você mordê-las no pescoço hoje?

Robert: [risos] Eu tenho que te desapontar. Eu estou cercado por guarda-costas em todas as vezes e eles praticamente me carregam para dentro e para fora, então eu não faço a menor ideia do que está ocorrendo lá fora.

V: Como você lida com a fama instantânea, o interesse da mídia e a pressão dos fãs?

R: Algumas vezes é desagradável, todas essas entrevistas, exércitos de fãs, capas de revistas... No início dava nos nervos, eu tentava me esconder, mas por que se importar? Eu não tenho nenhuma intenção de odiar a minha vida. Eu tento me acomodar o máximo que eu posso.

V: Você pode andar pelas ruas sem ser perseguido por um exército de fãs femininas?

R: Na verdade, não. Bom, eu nem sequer tenho tempo. Eu trabalhei bastante esses dias e eu não sei o que está acontecendo no mundo real, eu estou gastando todo o meu tempo nos sets de filmes ou em hotéis ou em aviões, de qualquer forma. Grandes cidades me surpreendem algumas vezes. Recentemente eu estive em Tóquio e eu saí para uma caminhada e ninguém me reconheceu e foi estranho, já que eu era a única pessoa branca na rua.

V: Talvez todas as pessoas brancas se pareçam tanto quanto eles.

R: [risos] Talvez. Mas foi uma experiência ótima, o oposto de Nova York, onde eu estive fazendo um filme recentemente. Eu tinha oito guarda-costas e eles estavam andando junto a mim indo para o trailer no set de filmagem, mas em um dia houve uma multidão tão grande que nós tivemos que, na verdade, fugir – eles estavam me puxando, empurrando, foi uma bagunça. Nós tivemos que contratar dez guarda- costas adicionais, então eu fui trabalhar todos os dias cercado por dezoito caras enormes. Isso foi surrealista.

V: Você está com medo de toda a loucura ao seu redor?

R: Massa de pessoas histéricas pode ser assustador. Eu acho que qualquer pessoa se sentiria mal em uma situação onde você não tem nenhum controle, onde você não pode fazer nada para acalmar a situação. Pessoas nesses tipos de situações estão em um estado de certa loucura de histeria hipnótica.  Einstein estava certo quando ele disse que a civilização humana é a mais perigosa quando se move em massa.

V: Como um adolescente, você nunca ficou obcecado por uma estrela?

R: Eu não me lembro de ser obcecado, mas eu me lembro do enorme
impacto que o filme Um Estranho no Ninho teve sobre mim. Eu passei a me vestir como Jack Nicholson e comecei a imitá-lo e durou algum tempo. Mas eu não estava louco por ele ou me sentei do lado de fora da casa dele.

V: Você alguma vez se apaixonou por uma atriz?

R: Talvez... eu não sei... eu sempre gostei de Patricia Arquette, eu acho que eu estava apaixonado por ela quando era um adolescente, ela não era muito inspiradora [risos]. Hum... eu acho que eu era um pouco perdido como adolescente também... [risos]

V: Os seus pais estão provavelmente bastante orgulhosos de você.

R: Muito! E elas estão um pouco surpresos pela minha reação a respeito do meu sucesso, eu não os experimentei como eles são. Eles estão impressionados por isso, tudo é tão fantástico para eles, minha mãe lê tudo s meu respeito [risos]. Eu ainda acho que tudo é uma coincidência de sorte. Eu nunca quis ser famoso, eu não planejei grandes coisas na minha vida, então tudo é estranho para mim. Eu ainda me adapto e ainda penso o que fazer com tudo.

V: A sua mãe acredita em tudo o que ela lê a seu respeito?

R: Infelizmente, sim! Ela acredita cegamente em tudo o que lê, até mesmo nas coisas ruins. Quando eu tento explicar a ela que é a imaginação dos tabloides das revistas, ela diz: ‘Eu te conheço, eu sei como você é!’ [risos]

V: Então ela não acredita que você e Kristen Stewart são um casal?

R: Assim como o resto do mundo não acredita... [risos] Bom, eu expliquei isso a ela!

V: Então nós não podemos te perguntar sobre isso?

R: Vocês podem, mas a resposta será a mesma que a do começo dessa conversa.

V: Você e a Kristen são bons amigos?

R: Muito, mas apenas isso! [risos] Como um time nós somos bastante próximos, porque nós estamos juntos o tempo todo, fazendo filmes um atrás do outro. Nós temos a mesma idade e pensamos parecido, então nós encontramos a fama que nos aconteceu juntos.

V: Você está preocupado que o papel de Edward irá sempre te seguir como uma sombra pela sua carreira de atuação?

R: Na verdade, não. De qualquer modo, é muito tarde para pensar a respeito disso depois que eu já assinei para quatro filmes da série. É normal que o público me veja como Edward, eles me veem nesse papel o tempo todo. Eu tenho que ser paciente, eu faço outros filmes também e eu acredito que o público me verá como uma pessoa diferente. Se eles me verem como Edward em vinte anos, é possível que eu tenha que matar alguém. [risos]

V: Então você não se arrepende de ter aceitado o papel?

R: Há lados nos e ruins em tudo. É claro que eu não me arrependo, mas nem tudo também é perfeito. Se ninguém sabe quem você é, é difícil conseguir um papel, e é uma droga porque você se sente como um perdedor. Quando você se torna alguém, todo mundo espera um milagre de você, grandes papéis, grandes filmes, grandes hits, e não é fácil porque é uma grande responsabilidade, uma grande pressão. É sempre o melhor estar no meio.

V: O que nós podemos esperar do terceiro filme, Eclipse, você terminou esse filme?

R: Sim, recentemente, nós estamos nos preparando para a quarta parte. Espera-se mais personagens, mais interação entre os personagens, a relação entre Edward e Jacob, lutando pela afeição de Bella é acentuada. Há uma guerra entre vampiros e humanos, haverá mais ação, o filme será um espetáculo.

V: Durante as filmagens de filmes você provavelmente não tem tempo suficiente para a R: música, que é uma grande paixão sua; você
escreveu duas canções para Crepúsculo?

R: Sim, eu coloquei a música de lado por um tempo. A atuação e a música são importantes para mim, mas é difícil fazer os dois simultaneamente. Eu tento e toco alguma coisa ou escrevo músicas durante os intervalos dos filmes. Eu irei tentar gravar alguma coisa no final desse ano...

V: Esse é o anúncio da sua gravação?

R: Eu não sei... Talvez. [risos]

V: Bom, as garotas enlouquecerão se você se tornar um roqueiro!

R: Isso é verdade! As mulheres amam astros do rock! [risos]

V: O que é necessário para uma mulher te impressionar?

R: Dinheiro! Nunca há o bastante dele! [risos]

V: Além disso?

R: Muita paciência!

V: Por quê?

R: Eu não sou a pessoa mais fácil. Eu sou teimoso e eu não gosto que as pessoas me digam o que fazer; se as pessoas começam a me dar ordens eu fico irritado e malvado.

V: Descreva um encontro perfeito…

R: Eu não sei... Eu não sou muito bom em encontros, da forma como encontro é entendido na América.

V: O que você quer dizer?

R: Na Inglaterra, ter um encontro significa sair com o seu namorado ou uma namorada. Aqui na América, todo mundo vai a um encontro como se fosse nada especial. “Eu saí com três caras essa semana...” Sim, você é uma prostitua então, certo? [risos]

V: Você sabe, você está sendo comparado a Leonardo DiCaprio?

R: Tão estúpido! Não é justo com ele, meu Deus, ele foi nominado ao Oscar quando tinha onze anos.

V: E quanto a ser chamado de o homem vivo mais sexy?

R: Isso é ainda mais ridículo, em nem sou um homem de verdade ainda!


Tradução: Iana Louise


Powered by CuteNews