Entevista com Robert Pattinson para a revista da Alemanha JOY

Traduzido/Publicado por Junior Guido em 09 Dec 2009


O homem com a magia no olhar e o vampiro mais quente de Hollywood. Robert Pattinson sentou com a revista JOY e conversou sobre a sequência de Crepúsculo, sua co-estrela Kristen Stewart - e seus medos secretos. Robert Pattincon atravessa com destreza a entrada do Four Sea­sons Hotel em Bev­erly Hills e me da um 'oi' tímido. Camisa xadrez e jaqueta de couro: ele parece muito mais um boêmio casual do que a  celebridade mais desejada. Tenho o sentimento de que ele não gosta de luzes ao seu redor: Seus olhos ficam presos no chão. Entretando, é exatamente isso, sua venerabilidade e sua insegurança que o faz ter um
carismo inacreditável.

JOY: Quando conheci você no ano passado você estava entrando nos negócios. Depois de toda essa sua carreira você não parece ter mudado.Você ainda continua com os pés no chão, aparecendo para você mesmo dar um entrevista. Você passa em uma comitiva?
RP: Ter muitas pessoas a minha volta me deixa nervoso. Não preciso de um assistente ou mentor. Quando mais as pessoas te rondam mais elas vão te tentar dizer o que fazer. Não ligo para a opinião delas na maioria das vezes (risadas). Embora eu tente não ser muito depreciativo em entrevistas e não me colocar para baixo o tempo todo porque as fãs vão pensar 'é verdade, ele É um idiota' (risadas).

JOY: O primeiro filme da saga Crepúsculo te colocou na crista da onda.Como a sua vida muda todos os dias por causa da fama?
RP: Na maioria do tempo nem percebo ser uma celebridade porque estou trabalhando constantemente. Começamos a filmar Lua Nova logo depois de terminar Crepúsculo e agora já estamos trabalhando em Eclipse. No set,não importa se sou ou não famoso. Acordo as 5 da manhã e quando volto para casa a noite estou tão cansado que só quero dormir.

JOY: Qual parte da fama você não gosta?
RP: É muito bizarro, como a pressão continua em mim e como eles acham coisas para falar sobre mim. Isso significa que não posso sair muito - Preciso me esconder ou seguir trilhas alternativas. Eu quero dizer, Não tenho problemas com pessoas falando comigo na rua mas se um grupo de garotas corre atrás de mim as coisas ficam fora do controle.

JOY: Dakota Fan­ning, que interpreta a vampira Jane, explica que os tipos de fãs femininas são: "Edward é o homem perfeito, ele é bonito e tem um ótimo cabelo." O que você pensa sobre isso?
RP: Se tudo é ser atraente e ter um bom cabelo, não são condições difícies, embora eu acredite que não posso viver de acordo com elas (risadas).

JOY: Qual é a diferença entre você e Edward?
RP: Eu tenho dias de cabelo ruim (risadas)

JOY: Como foi trabalhar de novo com Kristen Stewart? Vocês se envolveram ainda mais depois de Lua Nova?
RP: Eu amo trabalhar com alguém que eu realmente goste. Ela tem sido uma ótima co-estrela desde que começamos a filmar Crepúsculo. A performance de Edward depende da dela e vice e versa. Nós desafiamos um ao outro.

JOY: Você diria que é mais fácil se apaixonar em um set de filmagem?
RP: Claro que sim, nós passamos muito tempo juntos mas isso não significa que eu me apaixone por todas minhas co-estrelas. Isso significaria se apaixonar por Javier Bel­tran depois de filmar Little Ashes (risadas).

JOY: As fãs femininas estão todas em volta do amor proibido de Edward e Bella. Você acha que isso é uma coisa, com que fãs masculinos possam se relacionar?
RP: Lua Nova é de todos o mais excitante: porque Edward está tão apaixonado por Bella, que ele fica permanentemente em dúvida, pensando que ele não é bom o suficiente para ela. Com isso ele destrói o relacionamento. Acho que todo o homem pode se relacionar com isso porque nós podemos ficar bem confusos quando estamos apaixonados.

JOY: O que sua família na Inglaterra acha sobre tudo isso de Crepúsculo?
RP: Não acho nem que eles saibam muito disso. Outro dia minha mãe me ligou e disse que gostava da camisa que eu usava em uma foto. Eles são boas pessoas, uma história sobre eles seria chata. Quando minha irmã me visitou em Los Angeles outro dia ela ficou chocada em quantas revistas tinham fotos minhas nas capas.

JOY: Quando foi a última vez que você visitou a Inglaterra?
RP: Quase um ano atrás quando tive uma folga de 3 dias. Depois só vi meus pais na premiere de Lua Nova mas planejamos celebrar o natal juntos!

JOY: Voltando a Londres, você era cantor de uma banda chamada 'Single Girls'. Vai haver alguma performance no futuro?
RP: Ainda continuo escrevendo minhas músicas e se eu tiver a felicidade de ter tempo é uma possibilidade. Cantar costumava ser um hobby para mim mas agora há muita gente ouvindo, ou até criticando.Isso me assusta!

JOY: Qual é seu próximo projeto?
RP: No próximo ano vou estar no Novo México, filmando um velho oeste chamado Unbound Cap­tives, junto com Hugh Jack­man. Esse papel vai ser muito distante do de Edward, ninguém vai ser capaz de comparar. Meu pai está realmente esperando por esse filme. Ele gosta mais de cavalos do que de vampiros. (risos)

Tradução: Desirée

Powered by CuteNews