O vampiro volta atacar

Traduzido/Publicado por Deia Almeida em 09 Jun 2010


Como você nem é Amish ou um personagem de Lost (me corrijam se eu estiver errado), não vamos fazer-lhe a desonra de apresentá-lo para Robert Pattinson, 24 anos, o vampiro que brilha sob o sol, o ator que era desconhecido dois anos atrás, mas que conquistou a fortaleza de Hollywood e unidades de garotas em todo o mundo louco. Você já sabe tudo isso.Você certamente sabe que A Saga Crepúsculo: Eclipse (dirigido por David Slade, diretor de Hard Candy), chega aos cinemas 30 de junho, apenas sete meses após a Lua Nova. A saga de vampiros que vale agora mais de um bilhão de dólares nas bilheterias internacionais não está pronta para pendurar as presas, como o quarto, Amanhecer, já está anunciado para novembro de 2011. Pattinson está recebendo toneladas de ofertas e está atualmente a negociar uma mudança importante em sua carreira:se tornar o novo Johnny Depp ou juntar-se a Orlando Bloom e Hayden Christensen na seção corredor congelado. Como ele estava terminando Bel Ami, um clássico Maupassant e começando a filmar o início de Water for Elephants, um drama Francis Lawrence (I am Legend), com Reese Witherspoon e Christoph Waltz, R-Pattz foi pego pelo Premiere para uma entrevista exclusiva.

P: A última vez que nos falamos você estava filmando Lua Nova. Agora, um ano mais tarde, nos reunimos novamente para A Saga Crepúsculo Eclipse. Tenho problemas para seguir está indo tão rápido...

RP: Apenas dois meses se passaram entre as filmagens de Lua Nova e
Eclipse, durante o qual eu filmei Lembranças. Tudo, passou tão rápido que eu sinto como se eu nunca tivesse deixado Crepúsculo. Dito isto, eu ainda me sentia perdido quando eu cheguei no set de Eclipse. Eu não tive nenhum tempo de preparação e demorei algumas semanas para me adaptar

P: O que você esperava de David Slade e ele estava diferente no set do que você imaginou?

RP: Eu não tinha absolutamente nenhuma idéia o que esperar de um diretor que estava mais especializado em filmes para adultos, see não se afastar muito da brutalidade explícita. Eu sinceramente queria saber como o universo se fundiu com o universo Crepúsculo, que não é conhecido por sua violência insuportável. David tinha idéias muito específicas sobre o que ele queria fazer, com um método de trabalho e uma abordagem que era totalmente diferente de Catherine Hardwicke e Chris Weitz.

P: Por exemplo?

RP: Eclipse apresenta muitos novos personagens, a atmosfera é menos confinada do que os outros. Crepúsculo foi baseado no romance entre Edward e Bella, New Moon sobre a relação entre Bella e Jacob, com Edward no fundo. Eclipse permite que cada personagem tenha seu momento ", o espectro é maior. O filme também tem mais ritmo, ele é menos baseado na intimidade.

P: Sabendo-se que houve uma grande batalha no final entre vampiros e lobisomens, você às vezes sentiu como se estivesse filmando um filme de guerra?

RP: Você não poderia ter dito melhor, passamos quase um mês antes de começarmos a filmar para aprender a lutar e fazer acrobacias. Não foi nada remotamente parecido com as lutas anteriores, onde os ensaios foram bem básicos. Agora era puramente preparação física . O mais engraçado é que os vampiros e lobisomens cada um tinha seu campo de treinamento.

P: Você teve instrutores que estavam gritando para você e ordenando a fazer força?

RP: Constantemente! Para dizer que quando fui aos ensaios que eu pensei que seria como o dos outros dois filmes: Kristen, Taylor e eu ensaiando o script em um quarto ... fiquei surpreso.

P: A escolha de David Slade como diretor surpreendeu e mostrou coragem de Summit, que produz a saga ...

RP: Eu não sei se foi intencional, mas cada diretor que trabalhou em Crepúsculo não tinha nada a ver com o anterior. Catherine e Chris tinham estilos totalmente opostos, como artistas e como pessoas. É o mesmo com David, todos os três tem estilos de filme que são muito específicos. É uma coisa boa: eu prefiro ir para o set e não saber o que esperar. Estou realmente ansioso por descobrir o que Bill Condon (Dreamgirls), irá fazer com a quarta parte. Mais uma vez não será relacionado.

P: Tudo isso acontece no suculento Amanhecer: a cena de sexo, a cena do parto, onde o seu personagem deve executar um corte com os dentes.

RP: Eu sei! Eu me pergunto como é que vão trazer isso para a tela grande. Nós vamos acabar tendo de proibir as pessoas de 16 anos ... Você pode imaginar se eles decidirem ir até o fim e Crepúsculo de repente tornar-se nesta série totalmente hardcore para adultos com cenas de nudez? Summit de repente se tornar o estúdio mais progressista do mundo. Seria engraçado.

P: Eu tenho certeza que Stephenie Meyers adoraria isso. Fãs atualmente lançaram uma petição para manter o livro integralmente e por isso o filme é proibido para menores de 16 anos. Como a maior parte dos fãs é muito jovem, eles basicamente estão protestando de serem banidos de ver o filme.

RP: (risos) Tenho certeza de que iram comprar o DVD e gostarão ainda mais.

P: Quando você lê o roteiro de Eclipse, que cenas você está mais ansioso para filmar?

RP:Até agora a maioria das cenas de Crepúsculo foram entre Kristen e eu, fiquei feliz por ser capaz de desempenhar o meu papel com outros atores. Nos dois primeiros, eu sempre achei que Edward tinha algo contido e reservado. Em Eclipse, ele se solta um pouco. Parece simples, mas ele tem menos tato neste filme. A tal ponto onde eu às vezes sentia que estava fazendo outro personagem.

P: Se eu fizesse um cara tão grave como Edward Cullen durante meses, eu teria necessidade de desabafar quando as filmagens terminassem, provavelmente por ficar despertado uma noite inteira.

RP: Mas eu passava o tempo inteiro bêbado (risos). Não, mas sério, logo que eu termino um filme de Crepúsculo eu começo um novo projeto de imediato, pois não tenho tempo para dar um passo atrás a respeito de tudo isso. No início de maio fui para re-filmar algumas cenas de Eclipse como eu tinha acabado Bel Ami, eu estava completamente perdida. Eu tive problemas com o sotaque e encontrar minha marca ... Mas uma vez eu estava na maquiagem e colocando as lentes de contato e tudo voltou. Pela primeira vez, percebi que tinha perdido esse personagem, e seria estranho quando a aventura acabasse.

P: Sério? Pensamos que o fim de Crepúsculo seria libertador para você.

RP: Eu tenho o papel de Edward Cullen, desde quando eu tinha 20 anos e vou ter 26, quando o quarto filme sair. Eu percebi que Crepúsculo é um passo importante na minha vida. O mais engraçado é que eu estou fazendo um de 17 anos de idade todo o tempo. (Risos)

P: Amanhecer vai começar a ser filmado no final do ano. Você esta impaciente ou se sente como se filme tratasse de uma obrigação contratual a ser honrado?

RP: Eu sinto que vai ser interessante. A história se passa em direções tão diferentes e eu estou curioso pra saber o que e como vai se revelar. Vamos parar de brincar - Bella dizendo "me transformar em um vampiro", e ele respondendo "Não, não, não." - Ela se torna um vampiro no filme. Ficamos casados, dormimos juntos ... Toda a tensão dos três filmes anteriores é resolvida em Amanhecer. Eu não tenho o script, mas ainda é promissor.

P: Rob nos conhecemos suficientemente bem para que agora você possa me dizer a verdade: Você perde todo o seu poder se cortar o cabelo?

RP: Saberemos em breve que eu estou começando o meu corte de cabelo esta tarde!

P: Você sabe como manter o suspense vai ... eu gostaria de voltar para Lembranças, que me surpreendeu pela sua gravidade e maturidade. Você acha que a escuridão do filme teve um papel no pouco sucesso de bilheteria?

RP: Lembranças, nunca foi feito como um blockbuster como Crepúsculo, foi sempre um pequeno filme com um orçamento baixo e que não haveria nenhuma grande promoção. No total, ele trouxe 60 milhões de dólares em todo o mundo: não é mau para um filme que teve 16 de custo. Estou feliz que ele não é um fracasso enorme, mas em nenhum momento eu me preocupo com a bilheteria.

P: Tem sido dito que o filme foi um teste a respeito de seu status de estrela de cinema que parecia prematuro para mim ...

RP: Eu sei! Eu li todos esses artigos que falavam sobre Leonardo DiCaprio, e como os fãs o seguiram após Titanic. Mas, para mim, Crepúsculo não tem nada a ver com isso. Fãs vão ver os filmes porque eles amam esta história. Eu nunca me senti como se eu tivesse um papel no sucesso de tudo. Como eu sempre disse, é o personagem que as pessoas amam, não a mim. Eu espero ser capaz de chegar às pessoas, devido à qualidade dos filmes que faço e não porque o povo espera para ver um novo Crepúsculo logo que meu nome está no créditos finais.

P: Nós ouvimos todos os tipos de histórias que cercam as filmagens de Lembranças, como os de paparazzi que saiu da água quando você estava filmando a seqüência da praia. Você está mudando a sua profissão inteira.

RP: Ninguém pode realmente entender esta situação a menos que você viva. A tripulação de Lembranças estava alucinada quando viram 40 cinegrafistas tentando roubar fotos do set. A maioria dos atores não tinha visto nenhum filme Crepúsculo e não entendia o que estava acontecendo.

P: Eles estavam perguntando por que você paga tantos fotógrafos para mostrar-se no set?

RP: É isso mesmo: "Ei, Rob, eu não sabia que precisava tanto de um impulso no ego" (risos)

P: Você diz que ser uma celebridade abre portas, mas fecha outras. Quais você gostaria de manter abertas?

RP: Eu gostaria de não ser paranóico de conhecer novas pessoas. Quando ando na rua eu tenho medo de ver pessoas reunidas no caso de me reconhecerem. Eu tenho que me esconder constantemente, é um pouco inquietante. Ao mesmo tempo que eu vivo dessa maneira estranha, não consigo ser tão aberto quanto eu desejo ser. Você aprende que tem que ir. Ao longo dos anos, você aprende a digerir a situação cada vez mais, estou mais à vontade com a loucura em torno de Crepúsculo. Acho que você atingi um pico em algum momento: ou você o perde e se tornar um recluso e vira as costas para a humanidade, ou você aprende a aceitá-la.

P: Você parece mais descontraído do que no ano passado ...

RP: Que é o caso. Estou começando um novo filme que estou muito entusiasmado, eu terminei  um outro que eu gostei. Eu sei muito bem que as coisas não teriam ido tão rápido para mim sem aqueles fãs que me acompanham em todos os lugares e as pessoas que me reconhecem na rua. Você tem que ser realista.

P: Você acha que vai superar a loucura da imprensa, ou você acha que ainda existem experiências surrealistas para se viver?

RP: Eu não tenho idéia ... A vantagem é que você não fica como o objeto de tantos olhares para sempre. Novos atores virão a atenção das pessoas vai passar a eles. Tudo isso só dura um instante. A histeria atingiu o seu auge durante Lembranças, mas já caiu uma vez. Quando eu estava filmando Bel Ami em Londres, foi claramente mais calmo. Eu poderia sair livremente.

P: Quanto Bel Ami, você sabe que o povo francês estará à sua espera com este filme com uma faca entre os dentes ...

RP: Eu estou ciente de que, acreditam em mim. Eu nunca teria coragem de fazer promoção para este filme em Paris, eu estou tão estressado. Eu conheci Marion Cotillard, durante uma festa antes do início das filmagens e eu lhe pedi para ler o script com cuidado, pois havia um papel perfeito para ela. Ela me perguntou: "Por que fazer Bel Ami em inglês? É estranho não é? "Naquele momento eu percebi como o filme vai ser recebido em seu país. Espero que tenha sucesso e que seja recebido de mente aberta sobre isso. O que me impressiona é que o livro não é tão conhecido em outros lugares. Eu só descobri isso depois de ler e receber o script e ele imediatamente se tornou um dos meus livros favoritos.

P: No momento você está ensaiando para Water for Elephants de Fran­cis Lawrence...

RP: Sim, com Reese Witherspoon e Christoph Waltz. Estou muito animado e aterrorizado ao mesmo tempo, para me encontrar cara a cara com atores como estes.

P: Christoph Waltz pede-lhe um copo de leite e começa a fazer perguntas a si mesmo.

RP: Com certeza! Ele tem um grande papel no cinema: ele faz o Sr. Loyal de um circo, uma pessoa que é um ciclotímico e um pouco louco. Eu  tento roubar sua esposa.

P: Eu admiro a sua coragem.

RP: Não é?

P: Como você reagiria se amanhã tudo acabasse?

RP: O fim do mundo você quer dizer? Eu acho que eu vivo bem (risos). Atualmente eu não tenho idéia. Gostaria de encontrar mais alguma coisa para fazer.Mas eu não teria conseguido realizar tudo o que desejo.

P: Eu vejo você tocando em bares no meio de lugar nenhum, na França.

RP: Você não podia ter dito melhor: quando eu tinha 19, eu filmei um filme curto, na Grã-Bretanha, durante 2 semanas. Toda noite eu ia tocar música em suas publicações, foi fantástico. Uma das minhas memórias favoritas.

Tradução: Bárbara Miranda

Powered by CuteNews