Robert Pattinson, 24 anos, prefere passar seu dia na cama do que dando entrevista. Entretanto, ele abriu uma exceção para nós.

Traduzido/Publicado por Junior Guido em 21 Jun 2010


Foi uma chance sem igual! Mais de 250 leitores nos enviaram perguntas online que eles gostariam de perguntar ao vampiro nas telonas, Robert Pattinson. Novamente, nós pedimos desculpas ao dizer: a proposta de casamento não pôde ser feita durante os 18 minutos e 4 segundos.

"Sem perguntas pessoais!" a agente de Robert anunciou numa espécie de inglês americano desagradável e estava para nos conectar com Robert pelo telefone. 80% das perguntas na lista eram mais ou menos de caráter pessoal, enviadas em sua maioria por leitoras. Eu tentei acalmar a senhora no telefone, de qualquer maneira. A disputada relação de Pattinson com sua parceira em Crepúsculo, Kristen Stewart, não foi de interesse de nossas leitoras tanto assim. Seu trabalho ainda inclui a terceira parte da bem sucedida saga vampiresca, Eclipse que estreará dia 15 de julho na Alemanha. Dois meses de antecedência, como deveria ser tudo sobre a onda de Crepúsculo, o início de venda dos ingressos e nossa entrevista foram feitas no mesmo dia, no dia do aniversário de Robert Pattinson.

Um "olá...?" um pouco hesitante no outro lado da linha foi um toque de alguém provavelmente deu uma festa na noite anterior ou na verdade era tímido.

Oi Robert! Feliz Aniversário! Esperamos não te incomodar muito hoje...

"Oh, muito obrigado", rindo um pouco nervosamente. "Não, você não está incomodando, estou sentado no carro agora no caminho pra o treinamento com o elefante."

Treinamento com o elefante?

"Eu tenho que aprender como ensiná-los truques - para o próximo filme "Water for Elephants". (As fanáticas fãs de Pattinson sabem que o ator está se preparando para um personagem que é estudante de medicina veterinária que se junta à um circo itinerante. É por isso que ele têm pouco tempo para o Q&A: Antes disso, ele terminou o drama de época, Bel Ami, e também existe outro de faroeste vindo aí, com Hugh Jackman e a última parte de Crepúsculo.)

Como você toma decisões para um novo projeto?

"É uma questão de sorte. Lendo a maioria dos roteiros, eu sei depois de 15 páginas o direcionamento do projeto. Simplesmente tem que ser diferente. A forma como os diálogos são escritos - estas são indicações de qualidade pra mim."

Nossos leitores gostariam de saber qual foi o maior desafio durante um filme até agora.

"Em Eclipse existe uma cena minha como um vampiro telepático tendo que fazendo umas expressões muito estranhas com meu rosto, então você vê..." (E é em um desses momentos que você realmente odeia entrevistar pelo telefone, as palavras seguintes foram incompreensíveis por causa
do barulho.)

Alô? Alô? Você ainda está aí?

A agente se juntou à conversa. "Desculpe, a conexão caiu. Ah, Robert está ligando de volta agora."

Alô de novo? Você consegue me ouvir agora?

"Sim."

Bom. Gostaria de continuar com as questões dos nossos leitores. Você é interessado em música. Você fará um álbum algum dia?

"Sim, acho que sim. Eu escrevo muitas músicas mas preciso encontrar tempo pra tudo isso. Filme e música, eu não consigo fazer ambos."

Qual foi o primeiro CD que você comprou?

"Greatest Hits do Billy Oceans, mas era uma fita na época."

Você tem uma música favorita?

"Beside You do Van Morrison."

Que tipos de pessoas te influenciam?

"Van Morrison por diversos motivos. E... Quem mais? Jean-Luc God­dard, o diretor." (Um músico de blues caucasiano e o diretor mais influente dos anos 60? Na verdade, não é algo que alguém esperaria de um herói de blockbuster.)

Você está um pouco aliviado pelo fato do último filme de Crepúsculo estar perto?

"Eu tenho sensações misturadas sobre isso. Ultimamente eu tive que fazer algumas refilmagens pra Eclipse, e eu percebi o quanto eu me acostumei a fazer Edward. Todos os meus colegas são muito próximos à mim. De fato, isso é uma parte crucial da minha vida. Até toda a mania ter acabado, ainda levará pelo menos dois anos."

Existe algo irritante no papel?

"O que vêm junto com ele. A maquiagem me incomoda. Você se sente preso ebaixo de toda aquela máscara."

A propósito, um de nossos leitores quer saber quanto tempo você gasta no banho pela manhã.

"Depende do que eu fiz na noite anterior."

Ok, quando você estava numa festa então.

"As vezes eu tenho que passar o dia inteiro lá."

Como um dia bom deve ser na sua vida?

"Não pode começar antes das 10h. Geralmente eu gosto de todo dia que te dá a sensação de ter alcançado algo. Dias pra lembrar são dias
bons."

Você lembra de um momento particular louco com os fãs?

"Eu acho que a experiência mais louca foi na Alemanha durante a turnê de divulgação de Lua Nova em novembro passado. Extremamente engraçado: No Olympia Hall em Munique. 30.000 pessoas gritando e o nosso diretor, Chris Weitz, Taylor Lautner, Kristen Stewart e eu não tínhamos nada a fazer a não ser ficar lá em pé acenando."

Você mesmo responde os seus emails de fãs?

"Eu tento, sim. Quando estou em casa em LA ou com os meus pais em Londres. Leva algum tempo pra eu pegar aquelas caixas, que ficam paradas mais de um ano na agência. Então, se alguém conseguir alguma resposta de mim será bem tarde. Eu guardo todas essas cartas mas eu não consigo responder mais de 40 consecutivas."

Um leitor perguntou qual o seu prato favorito.

"Eu não como sobremesa. Nunca gostei muito delas."

Você gosta dos óculos Ray Ban Wayfare como podemos ver nas fotos dos paparazzi. Quantos você têm?

"Houve uma época em que eu usava os Wayfarer da minha mãe. Quando o pessoal da Ray Ban percebeu, eles me enviaram uma caixa inteira, dois anos e meio atrás. Eles todos já acabaram, desapareceram durante as viagens, muitos deles foram roubados e outros eu perdi. Só existem dois pares agora."

Qual a pergunta mais chata que você já respondeu?

"Eu não sei ainda. Eu não escutei nenhuma hoje que eu me lembre."

Estou muito feliz.

"Ainda assim eu tenho uma: Você acredita que vampiros existem?"

E sobre amor verdadeiro?

"Sim, eu acredito que é possível com certeza."

Você está feliz com sua vida atualmente? Você gostaria de continuar assim durante a próxima década?

"Sim, (pausa por um momento) eu estou, sim estou feliz com certeza. As coisas mudam a cada situação na vida. Algumas delas são muito mais  claras pra mim agora do que há alguns anos, o que me deixa muito feliz."

O melhor e o pior aspecto de ser famoso?

"O melhor é que existe muito trabalho que eu posso fazer. Eu tenho controle sobre o que fazer eu não tenho que aceitar tudo que me oferecem. O pior aspecto é que você fica paranóico sobre conhecer novas pessoas. Você nunca sabe suas verdadeiras intenções."

Você já vivenciou experiências ruins com isso?

"Não, na verdade não. Eu sempre tentei ser muito cuidadoso. Eu nunca fui o tipo acessível."

Bem na hora a voz distintiva da agente intervém: "Uma última pergunta!" Uma última pergunta, agora, certamente.

Ok. Três coisas que você gostaria de fazer na sua vida?

"Com certeza fazer um álbum, dirigir um filme e começar uma religião."

Como seria essa religião?

"Como seria... que eu não tenha que pagar impostos nunca mais."

Nós te desejamos tudo de melhor e tenha um feliz aniversário!

"Obrigado, eu terei."

Tradução: Josi Teixeira


Powered by CuteNews