Estrela brilhantes no céu de Crepúsculo

Traduzido/Publicado por Bruna em 25 Jun 2010


Com o fenomenal sucesso internacional de Crepúsculo, é difícil imaginar que o próximo será um fracasso. Mas Robert Pattinson não garante nada até o lançamento de Eclipse.

"Para ser honesto, estou com mais medo de que saia e ninguém vá ver," Pattinson disse. Falando no telefone enquanto dirigia para a Califórnia, Pattinson está refrescado na terra, longe do status de galã de Hollywood.

Seu sotaque americano em Crepúsculo é substituído por um tom educado e simpático britânico e parece bem interessado em um bate-papo - apesar de sua reputação ser do misterioso Edward Cullen em Crepúsculo. Ele parece um pouco lisonjeado, embora cauteloso, quando essa fonte diz ser um grande fã.

"Você já teve uma entrevista com um jornalista que é um fã louco de Crepúsculo?" Perguntei. "Acho que tive uma," ele diz.
"Ela era do Vietnã e estava tendo um ataque de pânico na entrevista, o que foi divertido."

Com dois sucessos só com 24 anos, mais 3 trabalhos e milhões de fãs, Pattinson tem Hollywood a seus pés. Os primeiros dois filmes, Crepúsculo e Lua Nova, quebraram records, ganhando mais de $60 milhões na Austrália e $1.3 bilhões no mundo todo. O sucesso inicial foi baseado nas histórias de Stephanie Meyer, que tem no centro o personagem de Pattinson, Edward Cullen, seu amor mortal Bella Swan (interpretada por Kristen Stewart) e um lobisomen chamado Jacob Black (interpretado por Taylor Lautner), que também quer o amor de Bella.

O último filme, dirigido por David Slade, é mais obscuro que os outros dois e inclui o australiano Xavier Samuel, que interpreta Riley, um vampiro recém nascido que comete assassinatos em Seatle.

"Existe mais acção nesse e acho que é mais obscuro e violento, mas sempre achei que o tom de Lua Nova fosse um pouco mais obscuro,"
Pattinson diz.

Com a fama recem encontrada, trouxe uma visibilidade indesejada de sua vida particular, bastante comentada em relação ao seu relacionamento com a co estrela Kristen Stewart.

"É extramamente difícil mas estamos juntos, sim" ele disse a um tablóide britanico no começo do ano, dando a mídia em primeira mão que eles estavam juntos fora das telas.

A estrela intensamente privada se recusa a dizer qualquer coisa sobre seu relacionamento - sem contar o dinheiro que as revistas de fofoca ganham por lançar coisas do casal.

"Não entendo porque algumas pessoas (vendem histórias) porque só acaba em tristeza para si mesmo, eu tento evitar isso," ele diz. "É tudo sobre dinheiro, e quando você começar a vender sua vida de verdade você vai para um caminho ruim."

"Quanto mais você mantem sua vida e trabalho separados, você fica mais feliz, é muito mais fácil lidar com as coisas e é mais fácil de escapar." Pattinson, chefe dos cabelos rebeldes e dos penetrantes olhos azuis- cinza garantiu o topo de "o mais sexy do mundo" e é perplexo com os olhares.

"Lembro quando cortei meu cabelo e isso foi parar na CNN," ele disse. "Eles não tem nada melhor para falar? É um pouco engraçado."

Pattinson cortou seu cabelo para seu último filme, ater for Elephants, onde ele interpreta um estudante de veterinária trabalhando para um circo e se apaixona pela cavaleira equeste, interpretada por Reese Witherspoon.

"Todo o personagem é completamente diferente de Edward e ainda não tive muito tempo para prepará-lo," ele diz.

Foi filmando esse filme que deixou Pattinson de fora a viagem a Sydney com Lautner e Stewart esse ano para promover Eclipse. "Nunca estive na Austrália mas muitos amigos meus da escola se mudaram para lá, para Melbourne," ele diz animado, usando o bate papo como oportunidade de achar um amigo perdido. "Se Charlie está lendo isso, diga a ele para me ligar," ele diz.

"Nos conversávamos por facebook mas mas não posso mais ter um facebook porque sempre é rackeado então faz tempo que não conversamos."

"Diga ae para ligar para minha mãe porque ele provavelmente ainda tem o telefone."

Quando ao seu futuro, há uma forte possibilidade que ele não vá estar sempre a frente. "Eu realmente gosto disso (atuar) mas há muitas outras coisas que quero fazer. Eu realmente quero produzir um filme," ele admite.

 Sobre ele sentir falta de interpretar Edward Cullen depois do último filme, Amanhecer, ele completa com um mix de sentimentos: "Eu não sei. Fiz algumas filmagens para Eclipse algumas semanas atrás e me pareceu tão familiar... Acho que vou sentir um pouco mais de falta quando isso acabar."

Mas há um elento que ele não vai ficar triste por deixar para trás: "As lentes de contato são as coisas mais irritantes para se colocar de manhã. "Aposto que a próxima coisa que vou fazer vai ser algo pesado, como jogar uma vaca ou algo assim."

Isso é algo a se pensar, as filmagens de Amanhecer começam no começo do próximo ano. Eclipse estréia dia 1 de julho.

Fonte || Tradução: Aline Wenceslau

Powered by CuteNews