Entrevista para a revista mexicana "Topteen"

Traduzido/Publicado por Ana Paula em 07 Jul 2010


Primeiro de tudo, obrigada por essa entrevista, Rob. Nossos leitores seguem a sua carreira bem de perto. Eu tenho sorte de ter uma ligação tão bacana com os fãs. Eles podem ser inspiradores algumas vezes.

Quando mais novo você chegou a sonhar em fazer um filme sobre vampiros?
Nunca. Eu sonhava em ter uma carreira musical. Mas eu gosto de interpretar algo bem diferente do que eu costumava ver nos filmes. Eu queria fazer um filme que tivesse tanta ação e mistério, mas que também tivesse tanto amor como o tema principal.

Como você descreveria os filmes de Crepúsculo?
Definitivamente não são apenas filmes sobre vampiros. É uma história de amor que tem alguns elementos extras que o tornam mais interessante. Foi nesse filme que eu consegui exatamente o que queria e precisava. E o sucesso tem excedido as minhas expectativas a cada vez.

É difícil dar vida ao Edward Cullen?
De uma maneira é. No mundo dos vampiros, as paixões e sentimentos de vampiros são muito mais fortes. Eles são seres estranhos, e eles mudam o tempo todo. Infelizmente, para Edward, todos os sentimentos dele estão focados em uma garota mortal, então isso provavelmente leva embora toda a estabilidade emocional. Mesmo ele sendo romântico como é, ele ainda é capaz de ser aterrorizante e um vampiro muito forte. Foi por isso que foi difícil interpretá-lo algumas vezes.

As pessoas comparam o romance deles ao de Romeu e Julieta.
Sim, é um amor que vai além de qualquer dimensão e pode ir além do estranho. Apesar que todo mundo sabe que é uma relação impossível, há uma ligação forte que liga os outros personagens ao relacionamento.

Você é tão apaixonado quanto Edward?
Definitivamente. Amor é um elemento forte que eu considero bastante necessário na vida. Eu gosto de ser romântico, eu gosto de me apaixonar, eu gosto de amar músicas...

Qual é a sua garota dos sonhos?
Eu não ligo com o lado de fora. Eu não tenho um protótipo em particular, e nem procuro por uma garota convencional. Desde que ela tenha seus próprios sonhos e viva a vida ao máximo.

O que você gosta de fazer em seu tempo de folga?
Ler. Coisas de ação, mistério, amor. Se eu tiver a chance de ler um livro, eu lerei.

Como você se descreveria?
Eu não sei, eu sou normal? (risos) Bom, definitivamente mais louco do que os caras normais. Eu apenas tenho uma mente sem descansos que nunca me deixa sozinha. Do lado de fora do estúdio, eu gosto de me divertir. Eu gosto de ir para casa e dormir na minha própria cama, mesmo que ela esteja mais bagunçada do que o resto do quarto (risos).

Se você pudesse fazer um pedido, qual seria?
Eu sou muito agradecido no momento. Eu acho que a vida já tem me dado várias bênçãos.

Você gostaria de filmar um filme no México algum dia?
Claro! Eu gostei do México, foi um dos meus países favoritos que visitei. Eu gostei da cultura e as pessoas foram bastante amigáveis comigo. Eu me diverti aqui.

Você tem vários fãs no México que te apóiam. Você gostaria de mandar uma mensagem a eles?
Eu sei, eu já havia conhecido alguns deles antes. Eu gosto de compartilhar essa experiência com eles. Eu me sinto sortudo em ter o afeto deles.

Tradução: Iana Louise 

Powered by CuteNews