Entrevista da época de Eclipse com a revista Star Hit da Rússia

Traduzido/Publicado por Ana Paula em 28 Oct 2010


A lenda de um amor possível.

Introdução: O terceiro capítulo da Saga Crepúsculo: Eclipse foi um sucesso. Edward ama apaixonadamente, mas sem sexo, esse fato reforça o sentimento. E as mulheres se apaixonaram também, e um amor quase tão forte quanto o da ficção, e até agora Robert Pattinson parece não entender completamente as razões de seu sucesso. Tantas mulheres só querem vê-lo dessa forma, como um vampiro romântico.

Ele ganhou muito dinheiro (17 milhões de dólares, de acordo com a Forbes) com seu personagem e a Summit também ganhou.

Como é Edward, o que mais lhe interessou nesse personagem?
Rob: Edward acha que não merece viver de jeito nenhum, ele gostaria de parar de ser anti-social e fazer algo na vida. Ele não é um anti- heroi, ele é um super-heroi mas não admite isso. Ele gosta de ter poderes, mas em cem anos ele nunca fez nada por ninguém. Edward gostaria de ser uma pessoa como qualquer outra, e se odeia porque ele é esquisito.

Que tipo de estudante você costumava ser?
Rob: Eu era um cara comum e entediante.

Você escreveu e cantou uma música para a trilha sonora de Crepúsculo. Como isso aconteceu?
Rob: Toquei aquela música uma vez na minha casa em Londres com dois dos meus amigos. Depois de 6 meses eu a ouvi novamente e escrevi a letra, mas é uma longa história até chegar em como entrou para a trilha sonora de Crepúsculo.

Então atuar é sua profissão e a música é uma coisa mais pessoal?
Rob: Você não pode ser ator apenas para você mesmo.

Você se preocupa com o que as pessoas possam pensar de sua música. O que lhe magoa mais: críticas sobre sua atuação ou sobre sua música?
Rob: Como ator, temos que nos acostumar a viver com críticas. Eu quero saber o que as pessoas pensam sobre minha música, mas elas podem estar influenciadas por críticas negativas, mas no final das contas, isso não importa porque acho que nunca irei vender minhas músicas.

Existe alguma cena no filme que você goste mais?
Rob: Bella se sente culpada depois de beijar Jacob e Edward é compreensivo.  É um momento bonito. Talvez seja a única cena onde eu diria que ele é um cara legal. Nem todo mundo é capaz de fazer aquilo. Nos filmes anteriores ele sempre tomou decisões por ele e por Bella e pela primeira vez ele dá a ela a oportunidade de escolher, porque ele  quer desesperadamente estar com ela, então ele espera. Ele só precisa esperar que ela volte.

Você é o vampiro romântico e seu inimigo é um lobisomem com abdômen sarado. Estranho contraste.
Rob: É estranho pensar que eu deveria ter o abdômem sarado também tratando-se dos livros. Mas eu nem fui aos treinamentos.

Você brigaria por uma mulher?
Rob: Com certeza sim, mas não por amor, talvez por orgulho.

Edward pensa como um homem do século passado. Você concorda com ele em relação a sexo antes do casamento? Que conceitos morais você segue: os atuais ou os dos anos 1900?
Rob: Os atuais.

Então você concorda com sexo antes do casamento?
Rob: Acho que todo mundo faz (risadas). Sempre foi assim e as pessoas que não admitem isso são hipócritas. Elas têm se mostrar virgens porque os outros querem isso.

Você disse que esse filme (Eclipse) é sexy sem ter sexo. O que é sexy para você?
Rob: A espera. O momento no qual você teme que o outro não lhe deseje e você não tem certeza se haverá algo mais. O medo aumenta o desejo.

Como você se sente trabalhando com Kristen novamente?
Rob: É mais fácil e muito mais difícil ao mesmo tempo. Kristen é uma atriz muito séria e ela me estimula a dar o melhor de mim quando estou atuando. Ela tem o raciocínio mais rápido, eu preciso pensar mais do que ela. Ela adora dar opinião sobre meu trabalho e isso às vezes me deixa com raiva.

Ela sugere que você repita algumas cenas para que fiquem melhores?
Rob: Ah, sim! Ela vai direto para o diretor dizendo “vamos fazer de novo”. Por sorte, isso não acontece com tanta frequência.

E se você pedir a ela a mesma coisa?
Rob: Ela me mataria.

Você tem trabalhado muito ultimamente. Você ainda tem tempo de ver partidas de futebol?
Rob: Eu ligo um vcr quando posso. Se fosse possível, eu ligaria a tv atrás de você!

Como é um dia ideal para você?
Rob: Meu dia ideal seria aqui em Los Angeles, pegar um carro e ir para as montanhas, ver a natureza, não preciso de nada mais que isso.

Você parece não gostar de toda essa atenção em torno de você. Você sente negatividade?
Rob: Tenho receio que aconteçam coisas inesperadas. Só faço ntrevistas se forem sobre filmes, e minha vida não é nem um pouco irregular. Então qualquer coisa que você ler sobre mim é inventado. Você tem que estar sempre preparado para eventos inesperados.

Então, na vida há mais coisas ruins do que coisas boas?
Rob: Sim, mas quem se importa com as coisas boas? As pessoas só querem saber as coisas ruins sobre você.

Fonte: Robert Pattinson Moms
Traduções: Josi Teixeira

Powered by CuteNews