Nova Entrevista do Rob Tages Anzeiger (Suíça)

Traduzido/Publicado por Ana Paula em 05 May 2011


“Eu me aproximo dos animais da mesma forma que me aproximo dos seres humanos.”

O que virá após Crepúsculo? Em “Água para Elefantes”, o ator Britânico Robert Pattinson expande sua imagem de garoto dos sonhos. Um encontro.

Robert Pattinson coloca suas mãos – ele nunca sabe realmente o que fazer com elas – em seus bolsos e inclina seu tronco para frente como se ele se segurasse contra o vento. A linguagem corporal diz tudo. O ator de 24 anos tem estado no olho do furacão desde o primeiro filme “Crepúsculo” (2008), com o qual ele consegue se relacionar apenas parcialmente. Ele não quer parecer ingrato, mas ele também não se entendeu com a publicidade ainda: “Eu não sei se você consegue algum dia estar em paz com algo assim. No início, eu não tinha idéia de que eu teria que me adaptar para continuar trabalhando. E isso é o que eu estou fazendo constantemente agora, então eu não estou muito preocupado com isso.”

Seu último filme se chama “Água para Elefantes” e é uma clássica história de amor, em um belo cenário: Pattinson interpreta um estudante de veterinário chamado Jacob (o que pode fazer as fãs “Team Edward” refletirem), que se junta a um circo itinerante nos anos 30 economicamente em crise e se apaixona pela esposa do brutal diretor do circo (Christoph Waltz).

“Eu estive no circo apenas uma vez, quando eu tinha sete anos”, Pattinson relembra. “Minha irmã me disse que um palhaço havia morrido em uma acrobacia. Aquilo me assombrou. Anos depois ela confessou que havia inventado a história.”

Exagerador e “suavizador”

No início de sua carreira, Pattinson se tornou um exagerador e disse em audições que ele havia estudado na Oxford University. “Quando você fala com um sotaque Britânico em Hollywood, todos aceitam isso sem problemas.” Hoje ele é totalmente modesto sempre que possível. Apenas não pareça arrogante, é a chave do negócio para ele. Quando perguntamos o que ele salva em seu iPod, ele responde quase apologeticamente: “Parece fora deste mundo, mas no momento eu estou ouvindo o compositor Penderecki.” Sobre lidar com animais no set de Água para Elefantes, ele diz: “Eu me aproximo dos animais como me aproximo dos seres humanos, então foi como se eu simplesmente tivesse conhecido algumas pessoas muito legais.” Então ele ri, esfregando as mãos ele olha para o nada e acrescenta: “Cara, eu pareço tão estúpido!”

Entusiasta

Reese Witherspoon, que interpreta a esposa do diretor em “Água para Elefantes”, sabe como navegar da sensação adolescente para a artista “perfeita” por sua própria experiência. “Eu admiro o entusiasmo de Rob e o quão duro ele trabalha”, a atriz dez anos mais velha elogia seu co- star. “Ele é tímido, lê bastante e assiste a filmes antigos. Eu tentei sair com ele, mas muitos fãs cercaram o set, então ele ficava em casa, compreensível.”

Embora Robert Pattinson não tenha paz em público em lugar algum, suas fãs não o seguem necessariamente pelos filmes. Sua melancólica história de amor, “Lembranças” (2010), não faturou nem 20 milhões de dólares nos EUA. Por essa razão, a máquina de marketing da Fox não se baseou no ímã para garotas, Pattinson, em “Água para Elefantes”, mas no bestseller de Sara Gruen e no tema do amor no circo.

“Rob é esperto, ele sabe que ele ainda tem que expandir seu portfólio além de Edward Cullen”, diz o diretor de “Lua Nova”, Chris Weitz.

Roteirista

Após as duas partes finais de “Amanhecer” na Saga Crepúsculo, Robert Pattinson interpretará em seguida um bilionário em “Cosmopolis”, de David Cronenberg. E além disso, ele também escreve: Ele está atualmente adaptando um romance de Lillian Hellman para um roteiro. Porém, ele quer publicá-lo sob um pseudônimo, porque ele está convencido de que: “Eu seria automaticamente crucificado.” No futuro o jovem ator quer ter mais controle sobre seus filmes e mais tempo para as realizações dos mesmos.

“Além disso, eu gostaria de viver em uma vizinhança onde ninguém precisa constantemente temer arrombamentos”, ele expande sua lista de desejos. Com sua jamais confirmada namorada Kristen Stewart, ele divide uma casa em Hollywood Hills, onde os paparazzi e fãs regularmente ficam à espreita. Mantê-los à distância parece tão complicado quanto uma ida sem ser notado à sua lanchonete preferida.

Fonte | Tradução: Ana Flávia Oliveira & Mariza Canato

Powered by CuteNews