Tradução da Entrevista para a revista Candy (Filipinas)

Traduzido/Publicado por Deia Almeida em 27 Oct 2011


"Eu acho que nós influenciamos a cultura pop e a coisa do vampiro, porque existem muitas coisas que são exatamente iguais a Crepúsculo agora. Havia uma energia estranha em relação a isso e eu não acho que as pessoas esperavam por isso. Talvez seja rivalizado novamente."

Sobre Edward: "Certamente existem momentos incrivelmente bizarros na estória. Mas eu acho que é bom. Eu acho que a cada filme Edward se torna mais e mais humano. Ele está atrofiado com experiências. Ele não tem uma vida com experiências normais. Eu nunca vi Edward com um heroi pra falar a verdade. Eu acho que tanto Jacob como Edward são o oposto do que um heroi é. Eu acho que ambos são incrivelmente limitados para um monte de coisa. Com o passar da série eles se tornam um pouco mais abertos ao resto do mundo e ao interesse de outras pessoas, especialmente Edward."

"Eu acho que é realmente nesse filme e na segunda parte, quando ele tem um filho, que ele é permitido a pensar. Ele é controlador, introvertido, meio que uma pessoa insular. No momento em que ele tem um filho, ele muda completamente seu modo de pensar. Ele se torna uma pessoa diferente. Ele consegue aceitar sua maturidade. Enquanto que antes, ele apenas recusava aceitar qualquer sobre sua vida, além do fato de que ele quase devota todo o seu amor por Bella. Ele quase coloca todas as suas responsabilidades em um relacionamento para que ele não precise lidar com nada. É como se a única coisa que o mantivesse vivo fosse essa garota. Não há nada pra ele nesse mundo então ele não reivindicou nada. E então assim que você põe outra criatura no mundo, o seu domínio de entendimento e seu domínio de interesses e prioridades se tornaram muito maiores."

"Desde que eu entrei na atuação, eu tenho basicamente aprendido e experimentado como ser melhor. O que eu na verdade quis fazer a cada filme foi experimentar. Até o primeiro Crepúsculo, você podia realmente tentar e encontrar seu estilo e compartilhar suas ideias sem ser julgado muito severamente, mas depois do primeiro, todo mundo está assistindo seu trabalho."

"Pelo fato dos filmes serem tão populares, você é mais visto. E esperam que você seja o produto terminado. Esperam que você seja polido. Esperam que você seja profissional. Mas isso não acontece da noite pro dia. Talvez aconteça com algumas pessoas. Eu não sei. Eu não quero necessariamente ser definido por isso."

"Eu meio que venho tentando pensar em como alcançar o que eu quero alcançar no contexto de todo mundo observando e meio que te julgando. Me estressou durante um tempo. Mas agora eu acho que estou mais relaxado porque é o fim da série. Eu costumava fazer outros filmes entre os filmes de Crepúsculo. E eu sempre estive preocupado que eu poderia supersaturar o público com Edward, Edward e Edward o tempo todo. Mas como terminou, eu sinto que realmente não tenho nada a perder e eu posso fazer o que eu achar que seja legal."  

Fonte | Tradução: Josi Teixeira

Powered by CuteNews