Entrevista de Robert com o Le Fígaro (França).

Traduzido/Publicado por Sheila Andrade em 14 Nov 2011


Como o quarto capítulo de Crepúsculo está saindo esta semana, marcando o começo do fim da saga, o seu herói nos concede uma entrevista, feita por seus fãs mais apaixonados (adolescentes de 11-16 anos). Aqui estão os segredos de uma grande estrela.

Naquele dia, cerca de quarenta fãs da saga Crepúsculo estavam esperando na parte de trás do Hotel Park Hyatt Vendôme, convencidos de que seu ídolo, Robert Pattinson, sairia pela porta de trás. Nada é menos certo: o ator, acomodado no quarto 430, está fazendo uma grande quantidade de entrevistas para falar sobre a Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1, de Bill Condon (com a segunda parte programada para o final de 2012). Neste filme, aguardado por milhões de pessoas, Edward finalmente desiste das suas maneiras puritanas e entrelaça-se com Bella (Kristen Stewart), que, antes do casamento, tem um pesadelo assustador. Robert Pattinson pede um café e olha para nós timidamente. As perguntas que queremos perguntar-lhe foram feitas por adolescentes. Algo que o diverte e o relaxa ao mesmo tempo.

Eva (13) - A cada filme, há um novo diretor, como você conheceu Bill Condon?
Robert Pattison - Ele primeiro foi almoçar com Kristen e foi muito sério. Então, ele veio à minha casa, comemos algumas pizzas e bebeu cerca de 12 cervejas. Eva, segure isso para si. Então, conversamos sobre o roteiro que é meio conturbado. Parecia semelhante ao "O Bebê de Rosemary". Eu me casar com Bella, assim como em uma comédia romântica, ela acaba grávida de um bebê que cresce muito rápido, como em um filme de terror, e Jacob se apaixona com a criança, como... nada na verdade. Stephenie Meyer, a autora é mórmon. Mas desta vez, com Bella, nós finalmente fizemos AQUILO. Bill Condon tem a reputação de ser um cara adroável. Tudo o que posso dizer é que... ele realmente merece.

Qual foi a coisa mais difícil para você no set?
Amanhecer é, antes de mais nada, a história de Bella. Edward é extremamente passivo na medida em que: A extrema rapidez dos eventos está além dele. Provavelmente, vou decepcioná-lo mas a maioria do meu trabalho foi, neste filme, ficar em pé e esperando na mesma sala durante dois meses na frente de uma tela verde.

Como você interpreta um vampiro?
Colocamos gloss nos lábios, e usamos lentes de contato vermelhas e maquiagem branca no rosto. Sério, embora, para mim, Edward não seja vampiro nunca, mesmo ele tendo 110 anos de idade. Ele é mais parecido com um adolescente pálido, reservado e sofredor que, junto com Bella, passa por um monte de coisas. Eles ajudaram-no a crescer e me ajudaram também.

Theo (15) - Como você era na nossa idade?
Robert Pattinson - De 13 a 16, a ambição foi me consumindo, mas eu era muito preguiçoso. Um adolescente típico. Aos 17 anos, me acalmei e comecei a fazer a minha... lição de casa novamente. Neste momento, eu li Bel Ami, de Maupassant, e achei este romance muito bem escrito e muito engraçado. Quando soube, anos depois, que um cineasta chamado Declam Donnellan estava planejando filmar o filme, eu levantei o dedo para dizer "Hey, oh! Eu estou aqui, por isso pense um pouco em mim, galera."

Você, alguma vez, sentiu medo que Edward poderia mantê-lo longe de interpretar em outros filmes?
Todos os atores, incluindo aqueles que recebem um papel recorrente tem o medo de acabar como o personagem de Bill Murray em Feitiço do Tempo. Há muita concorrência em Hollywood. Todo mundo quer fazer algo novo, mas esse "algo novo", o sistema não necessariamente lhe dá a chance de fazê-lo.

Você teve que aprender a correr para fugir dos paparazzi?
Eles são de alguma forma a definição de aborrecimento. Em torno de você, as pessoas estão perguntando: "Por que você não se acalma, longe de tudo, em algum lugar do campo?" Porque eu sempre vivi na cidade e eu não quero sair dela. Tudo é ainda mais complicado agora por causa do Twitter. Hoje, todo mundo pode se tornar um paparazzi. Eu tenho pouco menos de cinco minutos antes de os fãs se reunirem em frente da Starbucks se eu parar para um café, se de fato eu ir lá, em primeiro lugar.

Marie - Você acabou de gravar um filme com David Cronenberg, meus pais me disseram que isso foi uma coisa boa, você pode me explicar por quê?
Robert Pattinson - O filme é chamado Cosmopolis (Um romance de Don DeLillo), e eu desempenhei o papel de um menino de ouro, preso em sua limusine em Nova York, enquanto a economia, ou em outras palavras, o mundo está caindo aos pedaços. David Cronenberg é um diretor famoso que, apesar da pressão dos estúdios, não deixa ninguém ditar ele. Se ele quer fazer uma tomada, ele só faz uma e o dia termina.. após 15 minutos. Metade da equipe era francesa e eu conheci um ator impressionante no set: Mathieu Amalric. Ele interpreta um cara que tem como alvo celebridades ou banqueiros e joga bolos direito em seus rostos. Ele considera suas ações como políticas. Mathieu tem uma cena de seis minutos de duração onde ele está falando sozinho no meio da rua. Eu ainda não consigo acreditar.

Gostaria de trabalhar na França?
Sim, com o diretor de 'Um Profeta', de Jacques Audiard. Eu também queria conhecer Daniel Auteuil um dia, ele estava deslumbrante no filme "Le Deuxième Souffle" (Um filme de Alain Corneau). Claro que, para isso, eu preciso melhorar o meu francês, e já que você provavelmente aprendeu gramática, você pode imaginar o quão difícil seria para um inglês como eu."

Fonte: robpattinson.blogspot.com

Powered by CuteNews