Cronenberg fala de Pattinson, Cosmópolis e fãs.

Traduzido/Publicado por Sheila Andrade em 14 Oct 2012


Num primeiro momento, Packer parece ser um personagem sem alma. Ele inicialmente exibe pouco pra não dizer nenhuma emoção, não enquanto recebe atualização sobre suas finanças minguantes, não durante o sexo, nunca. Este sentido de desapego é melhorado pela limusine, que corre levemente, a prova de som e balas, com janelas coloridas que minimizam a visão de Packer aos eventos externos e previne olhos curiosos de ficarem olhando para ele.

"Você consegue ver sua alma a medida que o filme progride, a medida que ele se aproxima de sua infância," disse Cronenberg, "porque, realmente, começamos a perceber que o barbeiro representa sua infância. É o seu barbeiro de infância. É onde ele costumava viver. É de onde ele vem."

"Eric não nasceu em meio ao dinheiro. Eu acho que você vê Eric se tornar mais vulnerável e mais infantil e inocente, e quando ele está na cadeira do barbeiro ele se torna como ele mesmo em uma criança, antes de ele ter se levantado como este personagem Eric, este Senhor do Universo. Então você deveria gradualmente aquecer a ele como você percebe o quão vulnerável e ferido ele está. "

"É por isso que escalei Robert," adicionou Cronenberg. "É um desempenho muito descompromissado. Nós não saímos da nossa maneira de fazê-lo mais agradável do que ele é, mas você quer assisti-lo. Ele é muito carismático, Rob."

"Cosmopolis"  é o show de Pattinson, e está tão longe quanto poderia do brilho dos comerciais e  dos vampiros brilhantes dos filmes "Crepúsculo" nos quais Pattinson estrelou como Edward Cullen. O ator tem sido notícia nos últimos tempos, devido ao término de seu relacionamento com a colega de "Crepúsculo", Kristen Stewart, mas Cronenberg elogia seu protagonista  por seu talento, muitas vezes negligenciado, ainda em grande parte inexplorado como ator.

"Rob está em cada cena deste filme," diz o cineasta, "e eu precisava de um cara que pudesse suportar isto. Seu sotaque é destaque - é bastante parecido ao sotaque de Don DeLillo. Ele traz um senso de humor irônico, e ele traz essa estranha emotividade que você sente por debaixo porque, como eu disse, não está lá desde o começo, porque é uma jornada em mais de uma maneira."

"Você tem que ver Eric evoluir e, graças a Rob, você vê," disse Cronenberg. "Eu acho que é um desempenho espetacular, com muitas nuances e detalhes.."

Como todos com uma participação em "Cosmopolis," Cronenberg espera que a legião de fãs twi-hards de Pattinson se mobilize em massa por "Cosmopolis." Baseado na produção do filme, ele disse, que isso pode acontecer.

"Os Twi-hards seguiram este filme enormemente," disse Cronenberg. "Haviam de 20 a 30 sites dedicados a 'Cosmopolis,' alguns deles realmente espetaculares, profissionais e lustrosos, e eles estavam sendo em sua maioria feitos por Twi-hards, que são na maioria garotas, e que estavam lendo o livro. Elas estavam lendo o livro e comentando sobre ele, nestes sites, antes do filme estar terminado."

O diretor está claramente impressionado.

"Aquilo foi incrivelmente satisfatório," ele disse. "Elas estavam amando o livro e a ideia de que Rob estava fazendo isso, e elas estavam apoiando a escolha de Rob.

"Eu tenho um monte de adereços para mim mesmo," acrescentou Cronenberg com uma risada, "porque os fãs de Rob estão torcendo para que ele mostre o que pode fazer como ator, e portanto, eles me amaram por dar-lhe esta chance. Esta foi a atitude deles, embora a minha atitude foi de que eu senti que tinha sorte por ter Rob."

Fonte: readingeagle.com


Powered by CuteNews