Robert Pattinson no final de ‘Crepúsculo’: ‘É o fim de uma era’

Traduzido/Publicado por Ana Clara em 18 Jan 2011


Falar em público nunca foi a parte preferida de Robert Pattinson em seu trabalho. Mas entregar o Globo de Ouro à diretora Susanne Bier por seu drama “In a Better World” na noite de Domingo provou ser uma pausa bem-vinda para o ator, que está profundamente envolvido no meio da filmagem de “Breaking Dawn” (Amanhecer), a última seqüência da saga “Crepúsculo”, que será dividida em duas partes.

“Tem sido realmente duro gravar ambos os filmes ao mesmo tempo”, admitiu o astro de 24 anos, momentos antes de ter se dirigido para trás do palco para apresentar seu prêmio com a estrela de “Tron”, Olivia Wilde. “Mas é o fim de uma era”.

Esta será uma era que a Summit Entertainment, a distribuidora dos filmes, sem falar dos fãs devotados à franquia, sentirá muito em ver partir. Começando com “Crepúsculo” em 2008, o romance/fantasia que viu pela primeira vez o vampiro belo e taciturno de Pattinson encontrar seu amor mortal, Bella Swan (Kristen Stewart), a série de filmes faturou aproximadamente $1.8 billiões de dólares em bilheterias pelo mundo inteiro, quando espectadores formaram filas para ver a Swan lutar com seus sentimentos por seu namorado imortal e seu melhor amigo, Jacob (Taylor Lautner), um lobisomem, no decorrer dos dois filmes seguintes, “A Saga Crepúsculo: Lua Nova” em 2009, e “A Saga Crepúsculo: Eclipse” em 2010.

No início da primeira parte de “A Saga Crepúsculo: Amanhecer”, Bella aceita a proposta de casamento de Edward – a condição de Edward para que ele atenda ao pedido de Bella de que ele a transforme em uma vampira – e o jovem casal se casa antes de seguir em fuga para uma ilha remota em lua-de-mel.

Falando por telefone este mês, o diretor Bill Condon, que está conduzindo ambas as seqüências do final, disse que ele está entusiasmado com o que viu de seus protagonistas. “Todos os personagens estão mudando [neste capítulo]”, ele disse. “É realmente sobre a passagem da adolescência para a idade adulta, e eles todos parecem energizados por isso. São as coisas que eles estão todos conectando às suas vidas”.

Quanto a Pattinson especificamente, Condon acrescentou, “Agora ele está lidando com um personagem que é como ele. O ultimo filme nos permite ver por detrás das cortinas como é ser um vampiro. Não parece tão exótico mais; Está tentando ser mais real”.

O diretor, no entanto, estava relutante em compartilhar quaisquer detalhes da produção, que está filmando em New Orleans e Vancouver, Canada, com uma excursão a uma ilha na costa do Brasil – um local que pode no final provar ser o mais memorável para Condon, porque todo elenco e equipe necessários para a cena da lua-de-mel ficaram presos após um longo dia de gravação.

“Foi incrível. Nós fomos apanhados no meio desse enorme temporal – Eu me lembrarei disso eternamente”, Condon disse, “Oito pessoas dormindo no chão do set. Nós não podíamos partir”.

Fonte | Tradução: Mariza Canato 

Powered by CuteNews