A revista OK mexicana entrevista Robert Pattinson

Traduzido/Publicado por Milla em 01 Apr 2010


Qual é primeira coisa que você diz a uma garota em um encontro?
Eu não falo sobre mim mesmo, de jeito nenhum. Você não pode mostrar-se muito rapidamente. Você tem que descobrir o que ela gosta, antes de começar a falar.

Como elas podem ganhar o seu coração?
Com o dinheiro!

Mais alguma coisa?
Paciência infinita.

O que você odeia em relação a fama?
Você fica desconfiado, tem que ter cuidado para distinguir aqueles que honestamente gostam de você. Algumas pessoas só querem te agradar.

E como você pode dizer se pode confiar neles?
Se você lhes der o seu número de telefone e eles te ligarem imediatamente, você não pode confiar neles. Se eles não podem esperar para ligar e o fizer no dia seguinte, eu não quero mais saber deles (risos).

Você parece um refém de seu próprio sucesso. Preferiria voltar aos dias quando era desconhecido?
Não, se eu tivesse esse tipo de mentalidade, ficaria louco. É irritante ver como as pessoas vão parar em nada. Você aprende muito sobre o comportamento humano. Ele fica irritante. Mas eu jamais iria querer voltar ao passado.

Onde você mora na América?
Tenho ficado em hotéis nos últimos três anos.



Na Cidade do México, um lugar pelo qual ele visitou por menos de
48 horas enquanto promovia Crepúsculo e disse: “Nunca vi nada
parecido. Em cada cidade há uma zona industrial ao redor do aeroporto e na Cidade do México você deixa o aeroporto e a cidade toda está lá, e é imediatamente vibrante. Nunca vi uma cidade tão ativa, realmente gostei. Não me importaria de viver lá por um tempo.”



Como é viver em hotéis o tempo todo?
Você se cansa. Cheguei perto de comprar uma casa nos Estados Unidos no ano passado, mas percebi que seria muito complicado. Muito dinheiro e eu nem sei se trabalharei lá nos próximos anos.

O que faz você se sentir em casa quando você viaja por muito tempo?
Eu sempre levo meu violão comigo. Eu tive um por alguns anos, mas comprei um novo recentemente. Eu gosto do Skype, é incrível como você pode se comunicar com todos não importa onde eles estejam. Eu gostava da sensação de isolação. Costumava passar um ano sem falar com ninguém. Quando voltei para Londres, percebi que a sua vida pode desmoronar se você não falar com ninguém.

Você encontra semelhanças entre você e qualquer Tyler?
No começo eu pensei que poderia interpretá-lo perto de mim, mas  acabou sendo um personagem diferente.

Você é próximo de suas irmãs, como seu personagem é sua irmã?
Sim, muito. Minha irmã Liz é mais velha que eu, por isso é um pouco diferente. Eu sempre quis ter um irmão mais novo. Gosto de trabalhar
pessoas mais jovens. Ruby será uma grande atriz quando crescer. Ela é tão natural na frente da câmera. Nunca trabalhei com alguém tão boa quanto ela. Ela é surpreendente em improvisar e não importa o que você diga, ela não sai da personagem.

Alguma vez sentiu a agressão que Tyler tem contra a vida?
Eu ainda sinto isso. É uma raiva inexplicável que não está dirigida a ninguém em particular. Eu nunca fui um rebelde, mas eu sou agora. Eu sempre quis viver como Tyler.

E como você canaliza essa raiva? Você destrói quartos de hotel?
Sim, claro. Eu destruo tudo (risos). Eu gosto de controlar a minha raiva e canalizá-la através de meu trabalho. Estou trabalhando em algo que requer muita raiva e é cansativo (Bel Ami). Eu não posso ficar com raiva o dia todo, é desgastante.

Remember Me fala sobre como a vida realmente é frágil. Você poderia dizer adeus a este mundo agora e ficar satisfeito com o que você fez?
Sim, o filme fala de muitas maneiras que você pode alcançar a felicidade. Aqueles breves instantes em que você percebe e diz: "Nesse momento eu estou feliz", e como você pode viver nesse momento. Há poucos momentos assim.

Você teve algum desses momentos?
Claro que tenho. Às vezes eu sou obcecado com a ideia de que posso cronometrar cada um desses momentos antes de começar a pensar em algo mais. Esses são momentos de verdadeira paz.

Qualquer momento que você possa compartilhar conosco?
Quando minha cachorra Patty estava morrendo, ver como ela viveu seus últimos meses com dignidade absoluta. Aquele orgulho inquebrantável nela e seu amor por mim me fez sentir muito feliz. Ela era uma parte grande da família e me alegra que ela tenha morrido com dignidade.

Pierce Brosnan diz que você tem um coração muito bom e que você é humilde.
Bem, obrigado. É assustador, honestamente. Eu nunca tomo a fama como algo que é dado. É algo que simplesmente vem como questão do meu trabalho. E justamente por ser algo inesperado, não assumo.

Você se acha humilde?
Algumas vezes. Eu definitivamente tenho que provar a mim mesmo. Não é uma questão de sorte, você tem que merecer. E de alguma forma sinto que serei recompensado no futuro.

Você gostou de trabalhar com a Emilie?
Seu papel foi escrito como uma menina hispânica do Queens, e eu já
havia tido isso em mente. E de repente aparece Emilie, a menina mais
loura e australiana que já conheci.

Há certa rudez nela. Após suas audições fomos a um bar e ela tomou
umas 24 cervejas sem perder a sua sobriedade. E eu pensei "isso vai
ser divertido."

Tradução: Iana Louise 

Powered by CuteNews