Entrevista para a revista japonesa Movie Star

Traduzido/Publicado por Bruna em 23 Aug 2010


P: Você acha que ter sido empurrado desde cedo para o centro das atenções público te deixou mais consciente do que as outras pessoas que você tem que ter a certeza de viver sua própria vida?

Rob:
É verdade que eu fui colocado em um lugar onde eu tinha que estar mais atento e ter mais responsabilidade em tudo. Eu não podia simplesmente ser objetivo. Além disso, a direção da minha carreira finalmente entrou em uma direção positiva e eu venho tentado fazer um pouco de progresso. Graças ao fato de que tive tempo para pensar em um monte de coisas durante esse período, a vida em si agora está livre da angústia que sentia no meu passado. Eu agora também estou consciente do quanto sou sortudo. Acho que é por isso que eu posso desfrutar mais disso e ficar mais consciente do que é interessante para mim e experimentar tudo.

P: Quando algumas pessoas alcançam o tipo enorme de sucesso que você tem elas desenvolvem um sentimento de culpa sobre o quanto elas são abençoadas. Você tem algum sentimento de culpa?

Rob:
Sentimento de culpa? Não. Eu só acho que seja sorte. Eu só queria tirar o máximo proveito de todas as minhas oportunidades e construir uma longa carreira. É por isso que agora eu tenho meus pés firmemente plantados no chão e tento me concentrar no trabalho que eu estou conseguindo e tento aproveitar a situação em que estou dentro agora, sem me incomodar com tudo o que está acontecendo ao meu redor. Afinal, a coisa mais importante para mim como um ser humano e como profissional é evoluir.

P: É possível realizar o seu próprio desejo de ter grandes habilidades de atuação como ator e só como ator, mesmo quando você está no meio de toda essa popularidade?

Rob:
A maioria das pessoas que são criticadas pelo público por isso e aquilo são as pessoas que estão constantemente colocando a si mesmas nos olhos do público. Então eu acho que isso significa que eu poderia dizer que é melhor não se mostrar muito em público. Eu gostaria de pensar que se você trabalhar duro para fazer filmes de alta qualidade, então você não será avaliado como "celebridade de pouco significado," mas sim por outros fatores. Se você é visto como uma celebridade, então se torna mais difícil ser avaliado com base no nível de excelência dos filmes que você está fazendo. Mas, para dar um exemplo, Johnny Depp tem ganhado essa batalha. Ele é o tipo de pessoa que não é possível avaliar com base na imagem, certo? O objeto da avaliação é sempre suas habilidades de atuação. Isso requer muita autodisciplina e capacidade para se esconder dos olhos do público também se tornou importante. Você apenas tem que se acostumar com isso.

P: Se você olhar para trás para o seu eu atual daqui há 10 anos, o que você pensará?

Rob: Eu provavelmente vou pensar que eu deveria ter apreciado mais de tudo durante este momento completamente surpreendente em minha vida. Mas foi só agora que eu finalmente comecei a ser realmente capaz de desfrutar de tudo.

 Fonte||Tradução: Iana Louise

Powered by CuteNews