Tradução da Revista For U - Bolívia

Traduzido/Publicado por Deia Almeida em 28 May 2011


Tradução da Revista For U da Bolívia:

Sobre o personagem Jacob

P: O personagem é muito ético e agradável. É esse tipo de papel que te atrai?
Robert: "É mais fácil interpretar um personagem que não seja destrutivo. Creio que de alguma maneira sou assim. Gosto de interpretar pessoas que não tem moral nenhum. Aqueles que tem postura moral muito "duas caras". Realmente me atraem as pessoas que querem queimar por completo o mundo (ri)".

P: Então como interpretou Jacob?
"Teria que ter muito cuidado com a maneira em que eu o interpretava. Gostei da ideia de mostrar como alguém que ama verdadeiramente Marlena e não quer destruir toda sua vida. Ele a estima muito e está conformado a não tê-la, se isso significar que ela seja mais feliz. Marlena não vê seu próprio valore ele quer que ela se valorize e tenha confiança em si mesma, em  vez de somente deixar se levar por razões egoístas".

Curiosidades de Robert Pattinson

P: Você está em grande forma física. Você é muito disciplinado em seu treinamento?
"No princípio do último filme de Crepúsculo estive treinando frequentemente, pois tive muitas cenas sem camisa. Treinava de maneira obsessiva e me senti muito saudável. Ia a academia e andava de bicicleta para todos os lados. Mas logo que terminei de fazer as cenas "sem camisa", parei e nunca mais voltei a academia e agora não me convenci de fazer mais exercícios, no qual é algo também muito louco".

P: O que te deixa mais contente?
"Adoro tocar música com as pessoas. Estava em Nova Orleans outro dia tocando com a renomada Banda de jazz do Peservation Hall. Tocava o piano com a banda e pensava: 'Por que não faço isso?' Foi assombroso. Tão somente tocar blues ... me encantei."

P: O que te faz chorar?
"Chorei no último dia que estive com Tai (a elefanta que interpreta Rosie) nas gravações de Água para Elefantes e quando vi o filme 'March of the Penguins' outro dia... isso me fez chorar."

P: Você tem algum 'prazer culposo' ou guloseima que ame?
"Pretzel M&Ms. É ridículo, como um saco de 4kg dessas coisas no período de 1 semana. Costumam ser M&Ms de amendoim. Passo falando das virtudes dos Pretzel M&Ms dizendo a  todos 'aparentemente são muito bons para a saúde".

P: Como escolhe seus papéis? São muitos diferentes.
"Não sei, tão somente leio o roteiro e tenho que fazê-lo, os aceito. Lerei muitos roteiros e pensarei: 'não posso fazer isso, ninguém vai acreditar em mim sendo esse personagem'. E logo aparece um e digo 'posso fazer esse' e geralmente o faço".

P: Quais são suas metas?
"Realmente quero produzir filmes e ter mais a dizer em torno a pré-produção dos filmes em que apareço. Isso é o que me move. Vou fazer um filme para David Cronenberg depois de terminar Crepúsculo, o qual creio será muito divertido, algo definitivo e totalmente diferente. Depois disso, creio que tentarei fazer um filme inicial. Tenho muitas coisas em mente".

"É estranho, pois antes de Crepúsculo nunca recebi papéis de galã". Robert interpreta Jacob, um jovem que é golpeado pela tragédia da morte de seus pais.

P: Até agora sua carreira tomou um extraordinário voo. Qual seria a maior lição que você aprendeu no caminho?
"Não tem como tentar agradar a todos, e aprendi a tentar fazer justamente isso".

Tradução: Deia Almeida


Powered by CuteNews